MGLU3 R$ 14,53 +2,54% ITUB4 R$ 24,66 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% GGBR4 R$ 28,22 +0,21% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% PETR4 R$ 29,65 -0,10% ABEV3 R$ 15,45 -0,26% VALE3 R$ 80,32 +1,41%
MGLU3 R$ 14,53 +2,54% ITUB4 R$ 24,66 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% GGBR4 R$ 28,22 +0,21% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% PETR4 R$ 29,65 -0,10% ABEV3 R$ 15,45 -0,26% VALE3 R$ 80,32 +1,41%
Delay: 15 min
Mercado

MTST pede que a Bolsa de Valores disponibilize 5 mil cestas básicas

A B3 reconheceu a ocupação do prédio como pacífica. Apesar disso, as ações da empresa foram abaladas

Crédito: Reprodução Twitter/@mtst
  • A Bolsa de Valores de São Paulo informou que o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) desocupou o prédio, na Rua 15 de Novembro
  • A liderança do MTST exige que a Bolsa de Valores disponibilize cinco mil cestas básicas para famílias da periferia de São Paulo
  • De acordo com a B3, o pedido foi confirmado, mas o diálogo será conduzido pela B3 Social, braço da Bolsa responsáveis por ações com a comunidade, na próxima segunda-feira (27)

A Bolsa de Valores de São Paulo informou que o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) desocupou o prédio, na Rua 15 de Novembro, no centro de São Paulo. Por volta de 14h desta quinta-feira (23), o MTST ocupou o lobby térreo do prédio da B3 durante um protesto.

A B3 reconheceu a ocupação como pacífica e afirmou não ter influenciado as operações do dia. Apesar disso, as ações da empresa foram abaladas, às 16h, a B3SA3 caía 3,30%, sendo cotada a R$ 13,77. No fechamento de quarta (22), os papéis fecharam com alta de 5,17%, custando R$ 14,25.

Os manifestantes protestaram contra a inflação, o desemprego e a fome. “Nós viemos aqui exigir que os bilionários, representados aqui pela Bolsa, assumam o mínimo do mínimo que é garantir pelo menos uma cesta básica para suas famílias poderem garantir o prato de comida”, afirma Felipe Vono, coordenador do MTST.

Segundo ele, a liderança do MTST exige que a Bolsa de Valores disponibilize cinco mil cestas básicas para famílias da periferia de São Paulo. De acordo com Vono, os manifestantes, formado pelo grupo que seria beneficiado, saiu do lobby da B3, mas aguardou o resultado do acordo nos arredores.

Na decisão, ficou encaminhado que uma representação da Bolsa deve receber o grupo na segunda-feira (27) para organizar a distribuição das cestas básicas.

“Não vamos sair das ruas, seja no mercado de capitais ou órgãos públicos até que Bolsonaro saia do poder”, afirma.

De acordo com a B3, o pedido foi confirmado, mas o diálogo será conduzido pela B3 Social, braço da Bolsa responsáveis por ações com a comunidade.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos