MGLU3 R$ 2,47 -2,75% EURO R$ 5,55 +0,74% DÓLAR R$ 5,24 +0,00% ITUB4 R$ 23,44 -0,21% BBDC4 R$ 17,92 -0,94% IBOVESPA 98.672,26 pts +0,60% VALE3 R$ 74,62 +3,21% ABEV3 R$ 13,67 +2,48% GGBR4 R$ 23,15 +4,40% PETR4 R$ 26,29 -0,60%
MGLU3 R$ 2,47 -2,75% EURO R$ 5,55 +0,74% DÓLAR R$ 5,24 +0,00% ITUB4 R$ 23,44 -0,21% BBDC4 R$ 17,92 -0,94% IBOVESPA 98.672,26 pts +0,60% VALE3 R$ 74,62 +3,21% ABEV3 R$ 13,67 +2,48% GGBR4 R$ 23,15 +4,40% PETR4 R$ 26,29 -0,60%
Delay: 15 min
Mercado

Weg: após balanço, Bradesco BBI eleva preço-alvo das ações

O banco aponta que a empresa reportou resultados acima do esperado, apesar dos ventos contrários

Weg: após balanço, Bradesco BBI eleva preço-alvo das ações
Foto: Shutterstock
  • Ao mesmo tempo, o BBI manteve a recomendação neutra para a ação, apontando que a empresa possui um valuation rico, com um múltiplo EV/Ebitda de 26 vezes para 2022, 38% acima da média histórica
  • Entre os principais indicadores do balanço, o banco destaca que a receita líquida ficou 4% acima de suas projeções

Luísa Laval – O Bradesco BBI elevou o preço-alvo da ação da WEG para R$ 35 após a empresa reportar seus resultados para o primeiro trimestre. O valor foi aumentado em 3% e implica em potencial de alta de 17% ante o último fechamento. O banco aponta que a empresa reportou resultados acima do esperado, apesar dos ventos contrários com o real mais forte, mix de receitas e pressão de custos.

Para os analistas Victor Mizusaki, Andre Ferreira e Pedro Fontana, a empresa surpreendeu positivamente o mercado com uma margem bruta acima do esperado de 27,8% e alta trimestral de 20 pontos-base, apesar das preocupações com pressão de margem com a execução de projetos de usinas eólicas e repasse de maiores preços de matérias-primas.

“Além desse desempenho operacional acima do esperado, a WEG está sustentando com sucesso o crescimento de receita de dois dígitos em dólares nos mercados externos, sugerindo que a empresa também está ganhando participação de mercado”, apontam em relatório.

Ao mesmo tempo, o BBI manteve a recomendação neutra para a ação, apontando que a empresa possui um valuation rico, com um múltiplo EV/Ebitda de 26 vezes para 2022, 38% acima da média histórica, enquanto a margem Ebitda e o retorno sobre capital (RoIC) começaram a se acomodar em níveis mais baixos devido à mudança no mix de receitas, ao real mais forte e o aumento esperado do capital investido.

Entre os principais indicadores do balanço, o banco destaca que a receita líquida ficou 4% acima de suas projeções, com base em receita do mercado doméstico impulsionada pelo segmento de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD), com forte demanda de geração de energia solar e eólica.

Na visão dos analistas, o segmento de eletrodomésticos no mercado externo também foi destaque, saltando 21% na comparação anual, com ganho de participação do mercado da WEG no México e nos EUA.

A empresa conseguiu superar as estimativas de Ebitda em 8% ao esperado pelo BBI (Ebitda ajustado de R$ 1,2 bilhão), com valor impactado positivamente pelo reconhecimento de R$ 26 milhões de créditos tributários de PIS/Cofins. Por fim, o resultado financeiro líquido ficou acima da projeção em 13%, levando a um lucro líquido de R$ 944 milhões.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos