DÓLAR R$ 5,64 -0,85% MGLU3 R$ 21,67 -0,87% EURO R$ 6,72 -0,69% ITUB4 R$ 26,64 -0,07% BBDC4 R$ 25,20 +0,04% ABEV3 R$ 15,36 -0,13% PETR4 R$ 23,66 -0,17% IBOVESPA 117.669,90 pts -0,54% GGBR4 R$ 31,12 +1,33% VALE3 R$ 103,00 -1,29%
DÓLAR R$ 5,64 -0,85% MGLU3 R$ 21,67 -0,87% EURO R$ 6,72 -0,69% ITUB4 R$ 26,64 -0,07% BBDC4 R$ 25,20 +0,04% ABEV3 R$ 15,36 -0,13% PETR4 R$ 23,66 -0,17% IBOVESPA 117.669,90 pts -0,54% GGBR4 R$ 31,12 +1,33% VALE3 R$ 103,00 -1,29%
Delay: 15 min
Mercado

Santander eleva recomendação de Braskem (BRKM5) para compra e preço-alvo de R$ 28

Com base no fechamento do mercado da terça (20), banco vê potencial de valorização de 23,95%

Petroquímica Brasken com placa indicando nome Braskem e fundo de céu azul
Refinaria da Braskem nos Estados Unidos (Foto: Getty Images)
  • Santander eleva recomendação de Braskem (BRKM5) de neutra para compra e estipulou preço-alvo de R$ 28
  • Com base no fechamento de terça-feira (20), o banco enxerga potencial de valorização de 23,95% para o ativo
  • Visão é sustentada por instituição acreditar que a ação ainda não precificou o bom momento da empresa

O Santander elevou a recomendação de Braskem (BRKM5) de neutro para compra e estipulou o preço-alvo de R$ 28, o que significa potencial de valorização de 23,95% ante ao valor da ação no fechamento desta terça-feira (20). O papel encerrou a sessão em alta de 1,12%, a R$ 22,59 – o terminou o pregão com valorização de 1,91%, aos 100.539,83 pontos.

Segundo o banco acredita, o ativo ainda não precificou o bom momento da empresa no curto prazo. Com vendas recordes no Brasil e nos EUA no 3T20, a instituição destaca como pontos positivos da empresa os spreads mais altos devido a menores custos de nafta, preços sólidos e melhora consistente de volume.

“Vemos um aumento significativo nas estimativas de consenso no terceiro trimestre em 2020 e 2021, uma posição de liquidez sólida e negociação de ações a 6,1 vezes o valor da empresa/Ebitda em 2021”, dizem Christian Audi e Rodrigo Almeida, analistas do Santander.

Neste contexto, os especialistas destacam que a companhia mantém uma sólida posição de liquidez, com US$ 564 milhões em dívida com vencimento para 2021 e fluxo de caixa de US$ 1,2 bilhão, com posição de caixa de US$ 2,8 bilhões.

“Esperamos que a desalavancagem orgânica se recupere no terceiro trimestre, ajudada por desinvestimentos de ativos não essenciais”, afirmam Audi e Almeida.


Até às 10h30 desta quarta (21), a Braskem (BRKM5) sobe 1,51% no dia, cotada a R$ 23,60. A ação possui valorização de 13,52%, em outubro, e desvalorização de 20,94%, em 2020 – o Ibovespa cai 0,93%, aos 100.148,97, até o momento.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos