MGLU3 R$ 8,06 -7,36% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% PETR4 R$ 28,47 -3,88% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
MGLU3 R$ 8,06 -7,36% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% PETR4 R$ 28,47 -3,88% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: Gol (GOLL4), Azul (AZUL4) e Renner (LREN3) são os destaques positivos do dia

Ibovespa fechou o pregão em alta de 2,57%, aos 103.515,16 pontos

gol-latam-no-aeroporto-de-congonhas
Foto: JF Diório/Estadão
  • O principal índice da B3 subiu, nesta segunda-feira (9), impulsionado pela notícia de que a vacina experimental desenvolvida por Pfizer e BioNTechse mostrou 90% de eficácia contra o coronavírus
  • As três ações que mais ganharam no dia foram Gol (GOLL4), Azul (AZUL4) e Renner (LREN3)

O Ibovespa encerrou hoje o pregão em alta de 2,57%, aos 103.515,16 pontos e com giro financeiro de R$ 49,1 bilhões. O principal índice da B3 subiu nesta segunda-feira (9) impulsionado pela notícia de que a vacina experimental desenvolvida de forma conjunta entre Pfizer e BioNTech se mostrou 90% eficaz na prevenção do coronavírus, além da confirmação da vitória de Joe Biden na eleição presidencial dos Estados Unidos.

Esta foi a quinta sessão seguida de alta do IBOV, que recuperou o patamar dos 100 mil pontos na última quinta-feira (5). Já as bolsas americanas se dividiram, com Dow Jones e S&P 500 subindo 2,95% e 1,17%, respectivamente, e Nasdaq caindo 1,53%.

No Ibovespa, as três ações que mais ganharam no dia foram Gol (GOLL4), Azul (AZUL4) e Renner (LREN3).

Confira o que afetou o desempenho desses três papéis:

Gol (GOLL4): 19,94%, R$ 21,05

Com valorização de 19,94%, as ações da empresa encerraram o pregão com o melhor desempenho do dia, cotadas a R$ 21,05. O papel foi impulsionado com a divulgação do êxito nos testes da vacina experimental desenvolvida por Pfizer e BioNTech, que mostrou 90% de eficácia na prevenção do novo coronavírus.

A alta também se deve à desvalorização da moeda norte-americana, uma vez que a maior parte das receitas das companhias aéreas é atrelada ao dólar.

No mês, as ações da empresa têm valorização de 34,16% e, no ano, desvalorização de 42,80%.

Azul (AZUL4): 18,43%, R$ 30,71

Com alta de 18,43%, as ações da empresa tiveram o segundo melhor desempenho do dia e encerraram o pregão cotadas a R$ 30,71. O papel da companhia também subiu na sessão puxado pela notícia de bons resultados nos testes da vacina desenvolvida em conjunto por Pfizer e BioNTech.

Nesta segunda (9), a empresa ainda informou que emitirá 1.745.900 debêntures, totalizando R$ 1,745 bilhão, para sustentação do capital de giro, expansão da atividade de logística e outras oportunidades estratégicas. Para o Goldman Sachs, a captação oferece proteção contra uma eventual piora das condições do setor.

No mês, as ações da companhia aérea têm valorização de 36,19%. No ano, sofrem desvalorização de 47,31%.

Renner (LREN3): 14,51%, R$ 47,98

Com variação positiva de 14,51% no dia de hoje, as ações da empresa fecham o top 3 das maiores altas do pregão, cotadas a R$ 47,98. O papel foi beneficiado nesta segunda (9) pela notícia da vacina, que levou investidores a migrarem de ações ligadas ao e-commerce para varejistas físicas.

“Com a perspectiva de uma retomada mais rápida vemos um ajuste de carteiras tendendo para os papéis de empresas que mais sofreram no período da pandemia. Empresas de bens não essenciais, como Lojas Renner ON (+14,51%) e Cia. Hering ON (+7,26%), também entram nessa conta, afirma Paloma Brum, economista da Toro Investimentos, ao Broadcast.

No mês, as ações da empresa têm valorização de 28,12% e no ano desvalorização de 14,15%.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos