MGLU3 R$ 2,41 +1,68% ITUB4 R$ 23,08 -1,11% EURO R$ 5,43 +0,36% DÓLAR R$ 5,20 +0,31% IBOVESPA 99.621,58 pts -0,96% BBDC4 R$ 17,60 -1,95% PETR4 R$ 28,08 -0,42% GGBR4 R$ 23,14 -1,11% VALE3 R$ 78,79 -1,03% ABEV3 R$ 13,61 +0,00%
MGLU3 R$ 2,41 +1,68% ITUB4 R$ 23,08 -1,11% EURO R$ 5,43 +0,36% DÓLAR R$ 5,20 +0,31% IBOVESPA 99.621,58 pts -0,96% BBDC4 R$ 17,60 -1,95% PETR4 R$ 28,08 -0,42% GGBR4 R$ 23,14 -1,11% VALE3 R$ 78,79 -1,03% ABEV3 R$ 13,61 +0,00%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa na semana: Cosan (CSAN3), 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3) são os destaques positivos

Índice subiu 3,18% no período, passando de 108.487,88 pontos para 111.941,68 pontos

Ibovespa na semana: Cosan (CSAN3), 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3) são os destaques positivos
Foto: Amanda Perobelli/Reuters
  • O Ibovespa terminou em alta de 3,18% na semana, passando de 108.487,88 pontos para 111.941,68 pontos
  • As três ações que mais subiram na semana foram Cosan (CSAN3), 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3)

O Ibovespa terminou em alta de 3,18% na semana, passando de 108.487,88 pontos para 111.941,68 pontos. Com uma melhora no cenário internacional, a bolsa brasileira conseguiu acentuar os ganhos, fechando a terceira semana de alta seguida. Mas isso não significa que o período não foi movimentado.

Na noite de segunda-feira (23), o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, foi demitido após cerca de 40 dias no cargo. “A decisão do governo federal trouxe grande volatilidade para o ativo, que sofreu bem ao longo da semana. Como se não bastasse, comenta-se nos bastidores que o governo pode vender as ações da estatal, deixando de ser o acionista majoritário da empresa”, diz Marcelo Boragini, especialista em renda variável da Davos Investimentos.

Outro destaque da semana ficou para o resultado de maio do IPCA-15, divulgado na terça-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A inflação para o mês marcou 0,59%, acima das projeções de mercado e suficiente para levar o IPCA acumulado em 12 meses a 12,20%.

Ainda esteve no radar do mercado a aprovação da redução em 17% da alíquota do ICMS sobre combustíveis e gás, pela Câmara de Deputados.

Lá fora, a ata do FOMC divulgada na quarta-feira (25) sinalizou dois novos ajustes de 0,5 ponto percentual nas próximas reuniões do Fed, aliviando a incerteza que pairava nos mercados globais com a possibilidade de aumentos mais severos nos juros dos Estados Unidos. O movimento beneficiou as bolsas pelo mundo, com investidores menos avessos ao risco.

Na segunda-feira (23), terça (24), quinta (26) e na sexta (27), o principal índice de ações fechou em alta de 1,71%, 0,21%, 1,18% e 0,05% respectivamente. Somente na quarta-feira (25), o desempenho ficou estável em 0,0%.

O dólar e o euro permaneceram em queda frente ao real nesta semana, encerrando o período cotados a R$ 4,738 e R$ 5,085, respectivamente.

As três ações que mais subiram na semana foram Cosan (CSAN3), 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Cosan (CSAN3): +16,17%, R$ 21,63

As ações da Cosan lideram os ganhos da semana no Ibovespa, subindo 16,17% a R$ 21,63. O desempenho se deve principalmente ao ‘Cosan Day’, realizado na quinta-feira (16). O mercado viu com bons olhos as projeções dos executivos e fez o papel ter forte avanço naquele dia.

A CSAN3 sobe 5,36% no mês e 1,98% no ano.

3R Petroleum (RRRP3): +15,04%, R$ 48,96

A exceção da Petrobras, que sofre com ruídos políticos, as empresas petrolíferas brasileiras tiveram um bom desempenho na semana, surfando na alta do petróleo no mercado internacional.

As ações da 3R Petroleum acumularam 15,04% de ganhos na semana, cotadas a R$ 48,96.

A RRRP3 sobe 5,91% no mês e 45,93% no acumulado do ano.

PetroRio (PRIO3): +12,72%, R$ 28,72

Os papéis da PetroRio também foram impulsionados pela valorização do preço do petróleo e alcançaram valorização de 12,72% na semana, cotados a R$ 28,72.

A PRIO3 sobe 7,57% no mês e 38,95% no ano.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos