EURO R$ 6,23 -0,01% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
EURO R$ 6,23 -0,01% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa na semana: JBS (JBSS3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Weg (WEGE3) são os destaques positivos

Índice caiu 2,60% entre 26 e 30 de julho, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos

Foto: Paulo Whitaker/Reuters
  • O Ibovespa caiu 2,60% na semana, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos
  • Os três papéis que mais valorizaram nos cinco pregões foram JBS (JBSS3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Weg (WEGE3)

O Ibovespa caiu 2,60% entre 26 e 30 de julho, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos. Apesar de ter iniciado a semana em alta, a volatilidade esteve presente nos últimos dias de julho. Mesmo com otimismo por conta da temporada de divulgação dos balanços trimestrais das empresas, a Bolsa não resistiu à influência de tensão do cenário político-econômico interno e externo. O índice não fechava na casa dos 121 mil pontos desde o dia 14 de maio.

Ao longo da semana, o Fed, banco central americano, afirmou que deve manter as taxas de juros, o que favoreceu o mercado nacional. Entretanto, a tensão com a variante Delta do coronavírus e a instabilidade política brasileira deixou o mercado doméstico cauteloso.

Na segunda (26) e quarta (28), o principal índice de ações da B3 fechou as sessões com altas de 0,76% e 1,34%, respectivamente. Na terça (27) e quinta (29), o Ibov registrou quedas de 1,10% e 0,48%. Nesta sexta (30), a baixa chegou a 3,08%.

Os três papéis que mais valorizaram nos cinco pregões foram JBS (JBSS3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Weg (WEGE3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

JBS (JBSS3): +4,66%, R$ 32,09

O otimismo caminha ao lado da empresa do ramo frigorífico por conta de expectativas positivas para o resultado do balanço do segundo trimestre, que deve ser divulgado em 11 de agosto. A empresa fecha a semana com alta de 4,66% e papéis cotados a R$ 32,09.

A JBSS3 está em alta de 10,27% no mês. No ano, acumula valorização de 40,13%.

Itaú Unibanco (ITUB4): +4,38%, R$ 30,29

Na segunda (27), o Banco Central anunciou a aprovação da operação de transferência de ações da XP Inc. de titularidade do Itaú Unibanco S/A para a XPart – empresa do grupo econômico Itaú, sediada nos Estados Unidos.

Em análise de Flávio Conde, analista da Levante Investimentos, para o Broadcast, a oportunidade deve destravar valor da XP e “deixar o Itaú livre para investir em outras fintechs e plataformas”, afirma. Os papéis fecham a semana cotados a R$ 30,29, com alta de 4,38%.

As ações sobem 1,71% no mês, mas têm desvalorização de 2,76% no ano.

Weg (WEGE3): +2,44%, R$ 35,65

Em semana de ganhos e devoluções, a Weg conseguiu fechar o período entre os maiores ganhos do índice. Mesmo com quatro dias de queda na semana, o impulso de cerca de 8% na quarta (28) sustentou o ganho da empresa na semana. A fabricante de motores reportou um lucro líquido de R$ 852 milhões, uma alta de 66% em comparação ao mesmo período do ano passado, resultados acima do esperado para o 2T21.

As ações sobem 5,82% no mês, mas no ano acumulam desvalorização de 5,36%.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos