EURO R$ 6,23 -0,01% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
EURO R$ 6,23 -0,01% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa na semana: Banco Inter (BIDI11), Natura (NTCO3) e Via (VVAR3) são os destaques negativos

Índice caiu 2,60% entre 26 e 30 de julho, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos

Natura tem segunda maior queda no mês de julho. Foto: Diogo Yanata/Natura
  • O Ibovespa caiu 2,60% na semana, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos
  • Os três papéis que mais desvalorizaram nos cinco pregões foram Banco Inter (BIDI11), Natura (NTCO3) e Via (VVAR3)

O Ibovespa caiu 2,60% entre 26 e 30 de julho, passando de 125.058,01 pontos para 121.800,79 pontos. Apesar de ter iniciado a semana em alta, a volatilidade esteve presente nos últimos dias de julho. Mesmo com otimismo por conta da temporada de divulgação dos balanços trimestrais das empresas, a Bolsa não resistiu à influência de tensão do cenário político-econômico interno e externo. O índice não fechava na casa dos 121 mil pontos desde o dia 14 de maio.

Ao longo da semana, o Fed, banco central americano, afirmou que deve manter as taxas de juros, o que favoreceu o mercado nacional. Entretanto, a tensão com a variante Delta do coronavírus e a instabilidade política brasileira deixou o mercado doméstico cauteloso.

Na segunda (26) e quarta (28), o principal índice de ações da B3 fechou as sessões com altas de 0,76% e 1,34%, respectivamente. Na terça (27) e quinta (29), o Ibov registrou quedas de 1,10% e 0,48%. Nesta sexta (30), a baixa chegou a 3,08%.

Os três papéis que mais desvalorizaram nos cinco pregões foram Banco Inter (BIDI11), Natura (NTCO3) e Via (VVAR3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Banco Inter (BIDI11): -12,67%, R$ 71

Acumulando uma alta de mais de 115% no ano, analistas apontam a queda do Inter como um movimento de correção do papel, acentuado pela queda do mercado internacional. BIDI11 cai 12,67% na semana, com ações cotadas a R$ 71.

As ações caem 8,69% no mês, mas acumulam valorização de 116,46% no ano.

Natura (NTCO3): -11,11%, R$ 53,59

No pregão de quinta (29), as ações da Natura registraram forte queda por conta da cautela dos investidores. “A empresa teve diminuição de prejuízo no primeiro trimestre de 2021 em relação ao trimestre anterior, mas ainda segue no vermelho e há grande expectativa sobre isso”, afirma o economista-chefe da Messem Investimentos, Gustavo Bertotti, para o Broadcast. As ações fecham a semana cotadas a R$ 53,59, com queda de 11,11% na semana.

A NTCO3 cai 5,55% no mês, mas sobe 2,08% no ano.

Via (VVAR3): -9,94%, R$ 12,69

Sem norteadores específicos sobre a companhia, a queda pode ser avaliada como pressão para o setor de varejo diante ao cenário de incerteza quanto à total reabertura do comércio. As ações caem 9,94% na semana, sendo cotadas a R$ 12,69.

Os papéis caem 19,63% no mês e 21,47% no ano.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos