EURO R$ 6,19 -0,19% ABEV3 R$ 16,22 +1,25% ITUB4 R$ 28,59 +0,25% DÓLAR R$ 5,26 +0,26% MGLU3 R$ 16,31 -1,87% IBOVESPA 113.794,28 pts -1,10% GGBR4 R$ 26,55 -2,85% PETR4 R$ 26,14 -0,72% BBDC4 R$ 20,85 -0,90% VALE3 R$ 87,80 -4,29%
EURO R$ 6,19 -0,19% ABEV3 R$ 16,22 +1,25% ITUB4 R$ 28,59 +0,25% DÓLAR R$ 5,26 +0,26% MGLU3 R$ 16,31 -1,87% IBOVESPA 113.794,28 pts -1,10% GGBR4 R$ 26,55 -2,85% PETR4 R$ 26,14 -0,72% BBDC4 R$ 20,85 -0,90% VALE3 R$ 87,80 -4,29%
Delay: 15 min
Mercado

Os melhores investimentos para fazer quando o dólar está alto

Entenda quais aplicações são mais vantajosas quando a moeda norte-americana valoriza

Nota de dólar
Nota de dólar. (Foto: Shutterstock)
  • O dólar é referência quando pensamos na importação e exportação de produtos ou commodities, sendo assim, sua alta (ou baixa) impacta no preço final de diferentes mercadorias.
  • A valorização ou desvalorização do real para com o dólar e outras moedas estrangeiras é calculada por meio da taxa de câmbio, um mecanismo que utiliza fatores econômicos e políticos para definir o valor diário de uma moeda.
  • Partindo do princípio de que os investimentos sempre estão atrelados a um índice ou fator, as melhores opções de aplicação estão em produtos cujo desempenho econômico encontra-se atrelado à performance do dólar. Veja quais são!

(Mônica Wanderley da Silva, especial para o E-Investidor) – Desde 1999, quando o governo federal deixou de controlar o câmbio do real, acompanhar a variação da nossa moeda frente ao dólar virou um hábito até mesmo para quem não tem o costume de investir.

O motivo é claro: o ativo é referência quando pensamos na importação e exportação de produtos ou commodities, sendo assim, sua alta (ou baixa) impacta no preço final de diferentes mercadorias, desde eletrônicos até a farinha de trigo.

Esse reflexo também pode ser percebido no desempenho de alguns investimentos, que se tornam mais vantajosos durante a valorização do dólar. Mas, antes de adicionar à carteira alguma aplicação com base no aumento da moeda norte-americana, é importante saber mais sobre como ocorre essa flutuação de valores.

Fatores que influenciam a cotação do dólar

A valorização ou desvalorização do real para com o dólar e outras moedas estrangeiras é calculada por meio da taxa de câmbio, um mecanismo que utiliza fatores econômicos e políticos para definir o valor diário de uma moeda.

Essa taxa é estabelecida pela principal instituição financeira de cada país, sendo que no Brasil essa tarefa é realizada pelo Banco Central. A autoridade monetária regula a taxa de câmbio, mas não realiza as operações de forma direta: esse trabalho é feito pelo mercado de câmbio, que efetua a troca de moedas de diversos países com base nos valores estabelecidos, mais as taxas cobradas.

No caso do dólar, existem alguns fatores que impactam diretamente na valorização da moeda frente ao real:

  • Taxa de juros

Quando as taxas de juros estão altas no Brasil, o País se torna uma opção vantajosa para os investidores estrangeiros, já que aplicações de baixo risco (como renda fixa) acabam rendendo mais.

Porém, em um cenário em que os juros são diminuídos para incentivar a atividades econômica como empréstimos e financiamentos, as aplicações internacionais diminuem e menos dólares circulam no mercado.

Rio de Janeiro - Turismo - dólar
Vista do Rio de Janeiro, uma das cidades mais visitadas por estrangeiros no País; vinda de turistas internacionais influencia no fluxo de dólares existentes no Brasil. (Foto: Nicolas Aguiar/Shutterstock)
  • Entrada de dólares no País

Outro fator que diminui o fluxo da moeda no Brasil é a redução do turismo internacional. Como o dólar é a moeda-padrão para quem viaja em países fora da zona do euro, quando o turismo externo está aquecido, a quantidade de dólares no País tende a aumentar e seu valor diminuir frente ao real.

  • Balança comercial

Quando o Brasil consegue vender mais para outros países (exportar) do que comprar insumos (importar), a quantidade de dólares aumenta e seu preço tende a cair. E o efeito é contrário caso o País compre mais de outros países do que venda.

Além desses fatores mais tangíveis, o valor da moeda pode ser influenciado por fatores políticos relacionados tanto ao Brasil como ao próprio Estados Unidos. Por isso, quando um país passa por instabilidades políticas ou tem uma percepção mais negativa no cenário mundial, esses aspectos acabam influenciando na valorização ou redução da moeda local.

E quais são os melhores investimentos para apostar quando o dólar está em alta?

Partindo do princípio de que os investimentos sempre estão atrelados a um índice ou fator, as melhores opções de aplicação estão em produtos cujo desempenho econômico encontra-se atrelado à performance do dólar. Alguns exemplos:

  • Fundos cambiais

Opção recomendada para quem pensa em investir a longo prazo em aplicações externas, os fundos cambiais são compostos de, no mínimo, 80% de ativos de crédito relacionados ao dólar ou ao euro, e podem ajudar investidores que buscam por mais comodidade nas opções de investimento.

notas de dólar
O acúmulo de dólares em espécie pode ser uma opção de investimento, especialmente para quem viaja com ao exterior. (Foto: Rafastockbr/Shutterstock)
  • Exchange Traded Funds (ETF)

Mais conhecidos como ETFs, os Exchange Traded Funds são fundos de investimentos que são negociados na bolsa como se fossem uma ação. Por reunir diversos papéis dentro de um mesmo fundo, é possível escolher ETFs que contam com ações estrangeiras.

  • Ações de empresas americanas ou em empresas nacionais com ações atreladas ao dólar

Por fim, outra opção válida é investir diretamente na Bolsa de Valores americana por meio dos Brazilian Depositary Receipts (BDRs) que possibilitam adquirir papéis de empresas dos EUA da mesma forma que se compra ações brasileiras.

Existe a preocupação extra com o preenchimento do Imposto de Renda (que precisa ser mais detalhado), mas os lucros podem compensar o tempo a mais no preenchimento da declaração.

Também é possível investir em marcas brasileiras que têm uma forte relação com o comércio exterior, como empresas especializadas na venda de insumos como aço e celulose. Por terem boa parte das rendas atreladas ao mercado global, seu desempenho na bolsa acaba acompanhando a performance financeira do dólar.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos