ITUB4 R$ 24,34 -2,33% EURO R$ 6,51 +0,16% MGLU3 R$ 13,73 -3,50% DÓLAR R$ 5,60 +0,17% BBDC4 R$ 20,98 -2,31% IBOVESPA 110.672,76 pts -3,28% GGBR4 R$ 27,83 -1,10% PETR4 R$ 28,01 -4,31% ABEV3 R$ 15,14 -3,14% VALE3 R$ 79,00 -0,93%
ITUB4 R$ 24,34 -2,33% EURO R$ 6,51 +0,16% MGLU3 R$ 13,73 -3,50% DÓLAR R$ 5,60 +0,17% BBDC4 R$ 20,98 -2,31% IBOVESPA 110.672,76 pts -3,28% GGBR4 R$ 27,83 -1,10% PETR4 R$ 28,01 -4,31% ABEV3 R$ 15,14 -3,14% VALE3 R$ 79,00 -0,93%
Delay: 15 min
Mercado

MMX, de Eike Batista, salta 14% em dia de otimismo com commodities

As ações atingiram a cotação de R$ 19,9 ao longo do dia, mas inverteram o sinal no fechamento do pregão 

Eike Batista, então presidente da MMX, durante a entrevista coletiva feita em 2008 para falar sobre a cisão da empresa e venda de uma fatia para a Anglo American, em seu escritório no Flamengo zona sul do Rio. Foto: Fabio Motta/Agência Estado/AE
Eike Batista, então presidente da MMX, durante a entrevista coletiva feita em 2008 para falar sobre a cisão da empresa e venda de uma fatia para a Anglo American, em seu escritório no Flamengo zona sul do Rio. Foto: Fabio Motta/Agência Estado/AE
  • Os papéis da MMX chegaram a valorizar 14,43%, atingindo a máxima do dia em R$ 19,90
  • O desempenho do MMXM3 ocorre na esteira do otimismo com empresas ligadas à commodities
  • Vale e CSN também se destacaram e registraram alta de 3,89% e 8,4%, respectivamente, durante o pregão

A mineradora MMX, cujo controlador é o empresário condenado por manipulação de mercado Eike Batista, registrou bons momentos durante a tarde desta sexta-feira (5). Os papéis da companhia chegaram a valorizar 14,43%, atingindo a máxima do dia em R$ 19,90. Logo depois, as ações inverteram o sinal, mas ainda assim fecharam as negociações com alta de 3,86%, aos R$ 17,76.

O desempenho do MMXM3 ocorre na esteira do otimismo com empresas ligadas à commodities. Durante o pregão, companhias como Vale (VALE3) e CSN (CSNA3) também se destacaram e puxaram o Ibovespa: a primeira bateu os 3,89% de valorização no pico do dia, aos R$ 92,77, enquanto a Companhia Siderúrgica Nacional atingiu os 8,4% de alta, aos R$ 33,71.

“O setor está subindo em bloco hoje. Além disso, não é anormal esse tipo de alta para a MMX”, explica Mario Goulart, analista CNPI da O2 Research. “O minério de ferro subiu cerca de 5% na China e isso ajudou o preço das mineradoras.”

É importante lembrar, porém, que a MMX ainda está em recuperação judicial e praticamente sem atividade. Outra notícia que pode ter elevado o apetite dos investidores é de que estaria no radar de Eike recomprar o Porto do Açu em parceria com a companhia China Development Integration (CDIL). As informações são do Jornal O Globo.

O empreendimento pertenceu à mineradora de Eike, mas o ex-empresário teve que abrir mão do negócio quando as empresas do Grupo X começaram a falir. Hoje, o Porto do Açu é responsável por 25% das exportações brasileiras de petróleo, além de ser o terceiro maior terminal de minério de ferro do Brasil. “Faz tempo que parece que o Eike Batista planeja voltar, mas eu ainda estou meio cético quanto a isso”, diz Goulart.

 

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos