EURO R$ 6,20 -1,65% MGLU3 R$ 6,43 +9,17% BBDC4 R$ 21,18 -0,89% ABEV3 R$ 14,48 -0,69% IBOVESPA 108.248,27 pts +1,48% DÓLAR R$ 5,47 -1,80% ITUB4 R$ 23,57 -0,30% PETR4 R$ 31,58 -0,19% VALE3 R$ 88,19 +2,18% GGBR4 R$ 29,04 +1,54%
EURO R$ 6,20 -1,65% MGLU3 R$ 6,43 +9,17% BBDC4 R$ 21,18 -0,89% ABEV3 R$ 14,48 -0,69% IBOVESPA 108.248,27 pts +1,48% DÓLAR R$ 5,47 -1,80% ITUB4 R$ 23,57 -0,30% PETR4 R$ 31,58 -0,19% VALE3 R$ 88,19 +2,18% GGBR4 R$ 29,04 +1,54%
Delay: 15 min
Mercado

Petz (PETZ3) capta R$ 779 mi em oferta. Vale a pena investir?

Os recursos adquiridos com as ações serão destinados para abertura de lojas e hospitais veterinários

No 3T21, a Petz teve um lucro líquido de R$ 26,6 milhões (Foto: Werther Santana/Estadão)
  • Além de ser a única empresa do segmento pet com ações listadas na Bolsa, a Petz tem apresentado uma boa gestão dos seus negócios
  • No balanço do 3T21, a Petz apresentou um lucro líquido de R$ 26,6 milhões, o valor representa uma alta de 56,6% em relação a 2020
  • Além disso, na avaliação de analistas, a empresa consegue realizar o repassar os custos e a inflação em comparação a outras empresa varejistas

A varejista de produtos para animais de estimação Petz (PETZ3) levantou R$ 779 milhões em um “follow-on”, anunciou a empresa na noite de quinta-feira (18), informando que a oferta primária de 41 milhões de novas ações foi precificada a R$ 19 por papel. As novas ações devem ser negociadas na Bolsa de Valores brasileira a partir da próxima segunda-feira (22).

De acordo com a varejista, os recursos adquiridos serão destinados para a abertura de lojas e hospitais veterinários, além de investimentos em plataforma digital e logística. Na avaliação de analistas, o momento é uma ótima oportunidade de investimento em um mercado com números crescentes no Brasil.

De acordo com os dados do Instituto Pet Brasil, o faturamento do setor no País deve ser de R$ 49,9 bilhões até o fim de 2021. O volume representa um crescimento de 22% em relação a 2020, quando o faturamento foi de R$ 40,8 bilhões.

A Petz realizou seu IPO na B3 em setembro do ano passado, conseguiu captar R$ 3 bilhões e hoje ocupa uma posição de destaque diante das concorrentes. Na avaliação de Thiago Rolo, sócio e analista da Âmago Capital, além de ser a única companhia do setor com capital aberto, a varejista conseguiu reunir diversos serviços nas suas unidades físicas, o que atrai ainda mais o fluxo de pessoas.

“A empresa tem uma parte de serviços importante que está crescendo tanto na área estética quanto na médica. Tem aberto em quase todas as lojas um centro médico ou uma clínica veterinária. Com certeza, isso é um grande atrativo”, explica. Além disso, Rolo explica que as lojas físicas da Petz atuam como distribuidoras dos produtos, o que reduz os custos de logísticas para as compras feitas no e-commerce.

“As lojas possuem um estoque e faz a entrega com um raio menor. Quando você tem uma loja perto da sua casa, o custo do frete e o prazo de entrega são menores. Esses são os principais fatores que levam a tomada de decisão (do consumidor) na hora de comprar em um e-commerce”, ressalta.

O bom desempenho nas estratégias dos negócios tem refletido nos resultados da empresa. De acordo com dados da Petz, o faturamento das vendas on-line correspondeu a R$ 200 milhões no terceiro trimestre deste ano. O valor representa um aumento de quase 75% em comparação ao mesmo período de 2020. Além disso, o lucro líquido da empresa no 3T21 foi 56,1% maior do que o de 2020, chegando a R$ 26,6 milhões.

Já em relação ao desempenho das ações, os papéis da Petz apresentam uma alta de 5,81% no acumulado do ano até o fechamento do pregão da quarta-feira (17). Por esse motivo, Phil Soares, analista da Órama Investimentos, recomenda a compra das ações da Petz com um preço alvo de R$ 28,10. Segundo ele, a empresa não terá dificuldade de repassar preços.

“O mais importante pra observar na Petz é o ritmo agressivo de crescimento, com intenção de abertura de 50 lojas em 2022, um aumento de 30%. Esse crescimento é a componente mais importante do case, na nossa concepção”, destaca.

A mesma recomendação é feita por Vitor Aguiar, analista do TC Matrix. De acordo com Aguiar, a empresa é bem gerida e nunca fechou uma loja, além de conseguir atuar em vários segmentos do mercado pet, como a venda de alimentos, brinquedos e a parte de serviços.

“A Petz tem alta qualidade da gestão para escolha de bons pontos e consequente ganho de market share com o tempo. Lembrando que, apesar de líder do setor, a Petz tem apenas 6% do mercado, ou seja, muito espaço para crescimento ainda”, destaca o analista.

Mas esse não é a única justifica para a recomendação. Ao ser comparada com as outras varejistasdo setor, a Petz consegue repassar melhor os custos e a inflação. “É claro que se o cenário se deteriorar a Petz sofre, mas menos se comparada ao varejo como um todo”, afirma.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos