EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: Notre Dame (GNDI3), Hapvida (HAPV3) e Natura (NTCO3) são os destaques negativos

Índice subiu 1,19% nesta quinta-feira (27), aos 112.611,65 pontos

Ibovespa hoje: Notre Dame (GNDI3), Hapvida (HAPV3) e Natura (NTCO3) são os destaques negativos
Loja da Natura. (Foto: Diogo Yanata/Natura)
  • O Ibovespa subiu 1,19% nesta quinta-feira (27), aos 112.611,65 pontos e volume negociado de R$ 35,4 bilhões
  • Os três papéis que mais desvalorizaram no dia foram Notre Dame (GNDI3), Hapvida (HAPV3) e Natura (NTCO3)

O Ibovespa subiu 1,19% nesta quinta-feira (27), aos 112.611,65 pontos e com volume negociado de R$ 35,4 bilhões. A bolsa brasileira chegou a atingir nova máxima, negociando acima dos 113 mil pontos, em mais um dia de bom humor dos investidores. O mercado reduziu a percepção de risco político durante a semana e conseguiu se manter em alta mesmo com as incertezas quanto ao cenário de juros nos Estados Unidos.

“A gente está passando por um momento incrível de descolamento do que acontece com a nossa bolsa e as bolsas lá de fora, principalmente a americana. Lá fora, o mercado segue muito estressado por causa do aumento da taxa básica de juros nos Estados Unidos, com o Fed engrossando o discurso”, explica Leonardo Milane, estrategista-chefe da VLGI Investimentos.

Milane destaca ainda o bom desempenho do setor de varejo e financeiro no pregão desta quinta. “São setores que ficaram muito amassados nos últimos 90 dias e que, naturalmente, com a recuperação da bolsa acabam andando mais”, afirma.

Em Nova York, o S&P 500 e Dow Jones fecharam com baixas de 0,54% e 0,02%, respectivamente. Já o Nasdaq terminou o dia em baixa de 1,40%.

Os três papéis que mais desvalorizaram no dia foram Notre Dame (GNDI3), Hapvida (HAPV3) e Natura (NTCO3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI3): -4,70%, R$ 68,40

As ações do Grupo Notre Dame lideram as quedas do dia na B3, caindo 4,70%, para R$ 68,40. Os papéis da empresa chegaram a ir a leilão pela manhã, por causa de um blocktrade.

A GNDI3 sobe 13,34% no mês.

Hapvida (HAPV3): -3,43%, R$ 12,12

As ações da Hapvida, que deve finalizar a fusão de negócios com a NotreDame Intermédica em fevereiro, aparecem como a segunda maior baixa do Ibovespa, em queda de 3,43%, a R$ 12,12.

A HAPV3 sobe 16,76% no mês.

Natura (NTCO3): -3,24%, R$ 22,99

Na contramão do dia positivo para o setor de varejo, os papéis da Natura caíram 3,24%, para R$ 22,99.

As ações caem 9,59% no mês.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos