Mercado

Efeito Roberto Jefferson? O que está por trás da derrocada do Ibov

Índice fechou esta segunda-feira (24) em baixa de 3,27%, aos 116.012,70 pontos

Efeito Roberto Jefferson? O que está por trás da derrocada do Ibov
Ruídos políticos afetam Ibovespa. Foto: REUTERS/Amanda Perobelli
  • Nesta segunda-feira (24), o Ibovespa abriu as negociações em intensa queda. Até às 13h12, o índice afundava 2,52%, aos 116.908,91 pontos
  • Entre os principais motivos para a derrocada, está o episódio protagonizado pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson no domingo (23)

Nesta segunda-feira (24), o Ibovespa fechou o dia em baixa de 3,27%, aos 116.012,70 pontos. A ação que mais sofreu foi a do Banco do Brasil, que desabou 10,03%. Na sequência, vêm os papéis ordinários e preferenciais da Petrobras, com quedas de mais de 9%.

Entre os principais motivos para a derrocada, segundo os analistas consultados pelo E-Investidor, está o episódio protagonizado pelo ex-deputado federal e ex-presidente do PTB Roberto Jefferson no domingo (23).

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, Jefferson atacou com fuzil e granadas policiais federais que foram cumprir um mandado de prisão contra ele. O ex-parlamentar estava desde janeiro deste ano em prisão domiciliar por ameaçar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ter supostamente envolvimento com “milícias digitais” – organizações criminosas que visam atentar contra a democracia.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

“Como o mercado faz a ligação dele com Bolsonaro, isso diminui a probabilidade do atual presidente ganhar as eleições, porque existe o risco de ele perder votos”, afirma Leonardo Piovesan, CNPI e analista fundamentalista da Quantzed. O mercado se animou com a possibilidade de Bolsonaro vencer as eleições com as recentes pesquisas de intenção de voto, visto que o atual presidente é visto como um candidato mais alinhado com as privatizações e o mercado, enquanto Lula prefere não vender as empresas estatais e olhar para o lado social.

Outro ponto que estaria afetando o mercado é a reeleição de Xi Jinping na China. De acordo com Piovesan, o mercado estava esperando mais informações sobre um possível afrouxamento da política de covid zero no país durante o Congresso do Partido Comunista da China, que ocorreu na semana passada.

Contudo, essas indicações não foram feitas, causando queda forte do índice de Hong Kong, o que impactou o índice brasileiro. “Esses dois fatores fizeram o dólar abrir em alta hoje, causando efeito na curva de juros, também subindo”, diz Piovesan.

De acordo com Flávio Conde, analista de ações da Levante Ideias de Investimento, além do “efeito Jefferson”, que pode afetar marginalmente os votos dos eleitores indecisos, outros fatores podem estar pesando sobre o Ibov na sessão, incluindo a queda do petróleo, do minério e uma realização de lucros na B3, já que a alta do Ibovespa no acumulado da semana passada foi de 7%.

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos