EURO R$ 6,19 -0,19% DÓLAR R$ 5,29 +0,00% ITUB4 R$ 27,82 -2,98% MGLU3 R$ 16,57 +1,22% ABEV3 R$ 15,74 -2,29% IBOVESPA 111.439,37 pts -2,07% BBDC4 R$ 20,02 -3,90% GGBR4 R$ 24,60 -6,89% PETR4 R$ 24,93 -5,36% VALE3 R$ 86,15 -2,22%
EURO R$ 6,19 -0,19% DÓLAR R$ 5,29 +0,00% ITUB4 R$ 27,82 -2,98% MGLU3 R$ 16,57 +1,22% ABEV3 R$ 15,74 -2,29% IBOVESPA 111.439,37 pts -2,07% BBDC4 R$ 20,02 -3,90% GGBR4 R$ 24,60 -6,89% PETR4 R$ 24,93 -5,36% VALE3 R$ 86,15 -2,22%
Delay: 15 min
Mercado

Vale (VALE3) volta a pagar proventos e remunerará acionistas em R$ 2,40 por ação

Empresa havia suspendido a prática após o rompimento da barragem em Brumadinho (MG)

Foto: Denis Balibouse/Reuters
  • Vale (VALE3) anuncia pagamentos de proventos pela primeira vez após rompimento da barragem de Brumadinho (MG) e vai remunerar o acionista em R$ 2,40 por ação
  • Ação da empresa deve entrar no radar do investidor que busca ações que pagam bons dividendos para ter renda extra
  • Segundo projeções da Ágora, até março de 2021 o valor total distribuído pode chegar a US$ 5 bilhões

Após a suspensão do pagamento de proventos devido ao rompimento da barragem de Brumadinho (MG), em janeiro de 2019, a Vale (VALE3), anunciou na última quinta-feira (10) que seu conselho de administração aprovou a volta da remuneração aos acionistas. Com valor bruto de US$ 2,3 bilhões, o montante será liberado no dia 30 de setembro e vai pagar R$ 2,4075 por ação.

Segundo o fato relevante divulgado pela empresa, R$ 1,4102 serão pagos em forma de dividendos e R$ 0,9973 através de juros sobre o capital próprio (JCP). O prazo para determinar quais acionistas são elegíveis para receber os proventos será 21 de setembro na B3 e no dia 23 para detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociados na NYSE, a Bolsa de Valores de Nova York.

Os investidores do ADR VALE receberão o pagamento através do Citibank, agente depositário do ativo, a partir de 7 de outubro.

Baseado no preço da VALE3 no fechamento do mercado desta terça-feira (15), R$ 62,60, o dividend yield (relação entre a quantia paga e o valor da ação) é de 3,83%. “A volta da remuneração aos acionistas sinaliza que a empresa está com uma boa vida financeira”, diz Igor Cavaca, analista de investimentos da Warren.

No 2T20, a mineradora reportou lucro líquido de US$ 995 milhões, revertendo prejuízo de R$ 384 mi no mesmo período de 2019. O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do trimestre foi de US$ 3,586 bilhões.

José Francisco Cataldo, head de research da Ágora Investimentos, explica que o resultado robusto reflete o preço alto do minério de ferro, impulsionado pelo estoque baixo do produto e a crescente demanda chinesa pela commodity. “O preço chegou e deve se manter até o final do ano na casa dos US$ 100 a tonelada, o que faz a empresa ter um fluxo de caixa livre muito bom”, afirma.

Notícia é positiva aos investidores

Para os especialistas, a volta dos pagamentos deve ser vista com bons olhos pelos investidores. Afinal, ela demonstra que a Vale recuperou uma perspectiva financeira boa e estável, o que impacta positivamente no preço da VALE3. Não é a toa que, desde o anúncio, a ação subiu 6,95% até o final da sessão desta terça (15). “O mercado respondeu de forma muito positiva ao ao retorno da remuneração”, comenta Cavaca.

Além disso, a retomada do pagamento aos acionistas indica que a prática voltará a ser recorrente dentro da companhia. “Se não fosse sustentável a longo prazo, a Vale não faria o anúncio e o mercado não reagiria bem”, aponta o analista da Warren.

Cataldo ressalta que além de se manter por mais tempo, os próximos pagamentos devem ser mais volumosos. Segundo projeções da Ágora, até março de 2021 o valor total distribuído pode chegar a US$ 5 bilhões. “Considerando que os problemas de Brumadinho ficaram para trás e o cenário atual do minério de ferro, essa é nossa expectativa”, diz o head da corretora.

No início do mês, a Fitch Ratings também elevou o rating da Vale de BBB- para BBB, com perspectiva estável. De acordo com comunicado da agência de classificação de risco, a mudança reflete medidas tomadas pela companhia para reduzir riscos de rompimento de barragens nos últimos meses, após o desastre de Brumadinho.

Como os investidores devem olhar para a ação?

No contexto atual, os especialistas sinalizam que o papel pode ser uma boa aposta para o investidor, principalmente para quem busca ações que pagam bons dividendos para ter renda extra. “Ao que tudo indica, a ação deve performar bem e os pagamentos vão continuar”, diz Cavaca.

“Achamos que a ação da empresa ainda está descontada no ano, principalmente em comparação com o desempenho das mineradoras australianas, que têm valorização cerca de 30% maior”, afirma Cataldo, frisando que o papel está na carteira recomendada da Ágora.

Até o encerramento do pregão desta terça (15), a ação tem valorização de 17,45% em 2020. “Se o investidor acredita nestas sinalizações da empresa e se os riscos  estão de acordo com a estratégia, a VALE3 é uma ação para ser considerada”, completa o especialista.

Ação da empresa deve entrar no radar do investidor que busca ações que pagam bons dividendos para ter renda extra

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos