MGLU3 R$ 3,76 +1,35% DÓLAR R$ 4,83 +0,24% EURO R$ 5,16 -0,26% BBDC4 R$ 20,11 -1,47% ITUB4 R$ 25,73 -1,68% ABEV3 R$ 14,05 -0,57% PETR4 R$ 32,05 +1,42% IBOVESPA 110.428,20 pts -0,14% GGBR4 R$ 28,79 -1,07% VALE3 R$ 84,08 +0,05%
MGLU3 R$ 3,76 +1,35% DÓLAR R$ 4,83 +0,24% EURO R$ 5,16 -0,26% BBDC4 R$ 20,11 -1,47% ITUB4 R$ 25,73 -1,68% ABEV3 R$ 14,05 -0,57% PETR4 R$ 32,05 +1,42% IBOVESPA 110.428,20 pts -0,14% GGBR4 R$ 28,79 -1,07% VALE3 R$ 84,08 +0,05%
Delay: 15 min
Mercado

Quem é Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank e nova bilionária

Executiva saiu de instituição tradicional para ajudar a estruturar o banco mais valioso da América Latina

Quem é Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank e nova bilionária
Com IPO do Nubank, Cristina Junqueira ganha US$ 1,1 bilhão e se torna nova bilionária 'self-made'. Foto: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
  • Com a estreia do ‘roxinho’ na Bolsa de Nova York, Cristina Junqueira passa a integrar a lista restrita de mulheres bilionárias e que construíram sozinhas as próprias fortunas
  • Atualmente, Junqueira possui cerca de 2,6% do banco digital, que foi avaliado em US$ 41,5 bilhões após o IPO. Agora, o Nubank ocupa o posto de banco mais valioso da América Latina, alcunha que antes pertencia ao Itaú Unibanco - e a CEO ganha US$ 1,1 bilhão

Considerada uma das mulheres mais poderosas do Brasil em 2020 pela Revista Forbes, Cristina Junqueira, cofundadora e CEO do Nubank, deu mais um passo em direção a quebra de recordes nesta semana. Com a estreia do ‘roxinho’ na Bolsa de Nova York, a executiva passa a integrar a lista restrita de mulheres bilionárias e que construíram sozinhas as próprias fortunas.

Segundo a Bloomberg, mulheres não herdeiras são apenas 3% das 500 pessoas mais ricas do mundo no Índice Bloomberg Billionaires. Atualmente, Junqueira possui cerca de 2,6% do banco digital, que foi avaliado em US$ 41,5 bilhões após o IPO (Oferta Pública Inicial).

Agora, o Nubank ocupa o posto de banco mais valioso da América Latina, alcunha que antes pertencia ao Itaú Unibanco – e a CEO ganha US$ 1,1 bilhão.

Aliás, antes de se juntar ao colombiano David Velez na criação da fintech, Junqueira trabalhou durante quase uma década com consultoria estratégica e em bancos tradicionais (de 2003 a 2012). No próprio Itaú, desbancado pelo Nubank em valor de mercado, a empresária foi analista de sistemas, superintendente e gerente na área de cartão de crédito.

A experiência dentro do ‘bancão’ foi essencial para traçar os caminhos que trariam destaque à fintech, fundada em 2013. A ideia inicial era de que o Nubank fosse um contraponto às instituições financeiras tradicionais, com menos cobranças de tarifas e processos desburocratizados. De fato, a proposta de fintech agradou e atraiu clientes, que já somam mais de 40 milhões.

Vale ressaltar que Junqueira se divide entre a carreira profissional e a maternidade. Grávida da terceira filha, a especialista tem graduação e mestrado em engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), além de um MBA pela Northwestern University (Kellogg School of Management). A empreendedora também foi a primeira brasileira a posar grávida para a capa de uma revista de negócios.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos