MGLU3 R$ 3,71 -0,54% EURO R$ 5,15 +0,15% DÓLAR R$ 4,82 +0,00% BBDC4 R$ 20,18 -1,03% ABEV3 R$ 14,04 -0,92% ITUB4 R$ 25,70 -1,83% PETR4 R$ 32,05 +1,08% IBOVESPA 110.579,81 pts -0,00% GGBR4 R$ 28,91 -0,72% VALE3 R$ 84,30 +0,11%
MGLU3 R$ 3,71 -0,54% EURO R$ 5,15 +0,15% DÓLAR R$ 4,82 +0,00% BBDC4 R$ 20,18 -1,03% ABEV3 R$ 14,04 -0,92% ITUB4 R$ 25,70 -1,83% PETR4 R$ 32,05 +1,08% IBOVESPA 110.579,81 pts -0,00% GGBR4 R$ 28,91 -0,72% VALE3 R$ 84,30 +0,11%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Mobilis: Gastos com aplicativos de delivery crescem 103% de janeiro a junho

(Estadão Conteúdo) – Uma pesquisa da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com os principais aplicativos de entregas focados no delivery de comida (Rappi, Ifood e Uber Eats) cresceram 103% no primeiro semestre de 2020.

Em março, início da quarentena no Brasil, os serviços de delivery tiveram uma queda de 16,98% em comparação a fevereiro. Em abril, o crescimento representou 60,67% em relação a março, e em maio, 39,58% em comparação com abril. Em junho, o avanço foi mais discreto, mas manteve a tendência de alta, com crescimento de 4,32% em relação a maio.

A Rappi foi o aplicativo que teve maior aumento no tíquete médio. Em maio, o valor médio das transações era de R$ 97,20, o que representa aumento de 92,4% em comparação ao mês de janeiro. Em junho o valor se manteve quase o mesmo, com um tíquete médio de R$ 96,92. A pesquisa analisou dados de mais de 160 mil usuários entre janeiro e junho de 2020.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos