EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Etanol sobe em 17 estados e DF na semana; média nacional avança 0,28%

Preço mínimo na semana para o etanol em um posto foi de R$ 4,099 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio

Etanol sobe em 17 estados e DF na semana; média nacional avança 0,28%
Em tempos de inflação no preço do combustível, manter o tanque cheio pode ser um privilégio para poucos. (Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo)

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 17 Estados e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. O preço caiu em outros 8 Estados. No Amapá, não houve levantamento. Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol subiu 0,28% na semana em relação à anterior, de R$ 4,938 para R$ 4,952 o litro.

Em São Paulo, principal estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do etanol hidratado ficou em R$ 4,686 o litro, baixa de 0,17% ante a semana anterior.

O preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 4,099 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 4,686, também foi registrado em São Paulo. O preço máximo, de R$ 7,899 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual, de R$ 6,450, foi observado no Amapá.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 5,38%, a R$ 4,699. O Estado com maior alta no período foi Piauí, com 13,81% de valorização mensal do etanol, para R$ 5,860. Na apuração semanal, a maior alta porcentual de preço, de 3,58%, foi observada em Roraima, com o litro a R$ 6,142.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos