Últimas notícias

Grupo Gerdau (GGBR4) anuncia R$ 6 bi em investimentos. Veja para que

Alguns projetos estão condicionados a licenças ambientais, sujeitos a reavaliações ao longo do ano

Grupo Gerdau (GGBR4) anuncia R$ 6 bi em investimentos. Veja para que
Gerdau pode ser beneficiada por pacote de estímulos do governo dos Estados Unidos. (Fonte: Getty images/Reprodução)

O Conselho de Administração da Gerdau (GGBR4) e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) aprovou uma projeção de desembolsos (Capex) relacionados ao plano de investimentos para 2024 no valor de R$ 6 bilhões. As perspectivas futuras quanto ao plano de investimentos da empresas foram divulgadas nesta quarta-feira (21).

O montante refere-se a projetos Capex voltados à manutenção e à competitividade. Os de manutenção estão associados ao prolongamento de vida útil e às melhorias operacionais dos equipamentos com o objetivo de manter o desempenho das plantas.

Já os projetos de competitividade visam o crescimento de produção, o aumento de rentabilidade e a modernização das plantas, tendo como premissas o aprimoramento das práticas ESG (sigla para governança ambiental, social e corporativa, em inglês) e o desenvolvimento sustentável e econômico do negócio. Alguns projetos dessa frente estão condicionados a licenças ambientais, sujeitos a reavaliações ao longo do ano, pondera a Gerdau no fato relevante.

Do total previsto para 2024, aproximadamente R$ 1,3 bilhão são investimentos que apresentam retornos ambientais – expansão de ativos florestais, atualização e aprimoramento de controles ambientais, redução de emissões de gases do efeito estufa e incrementos tecnológicos – e projetos voltados para a “segurança de nossas pessoas”, informou.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

As companhias reiteram, ainda, que os desembolsos do plano de investimentos estarão diretamente relacionados às condições do mercado e do cenário econômico dos países em que operam e dos setores em que atuam. “Qualquer alteração na percepção ou nos fatores descritos podem fazer com que os resultados concretos sejam diferentes das projeções ora apresentadas”, ressaltam as empresas no comunicado.