Últimas notícias

Ibevar: inadimplência no varejo deve ter nova alta no 3º trimestre

Estimativa é de chegar a 5,10%

Ibevar: inadimplência no varejo deve ter nova alta no 3º trimestre
Assim como outras empresas do varejo de roupas, a Renner apresentou resultados negativos nos três primeiros meses de 2021. (Foto: Casa da Photo/Shutterstock)

O índice de inadimplência de recursos livres das pessoas físicas no varejo pode ter nova alta no terceiro trimestre, indica projeção do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar), em nota à imprensa. A estimativa da taxa média mensal indica taxa a 4,99% em julho, alta de 0,01 ponto porcentual em comparação a junho.

As estimativas para agosto e setembro apresentam novo crescimento na taxa de pessoas físicas com atraso de pagamento acima de 90 dias, com alta de 5,4% e 5,10%, respectivamente.

O índice de inadimplência é calculado com base na média entre os índices mínimos e máximos dos atrasos de pagamento acima de 90 dias. As projeções para julho mostram que a taxa mínima deve ser de 4,47% e a máxima deve alcançar 5,51%. A inadimplência de pessoas físicas com recursos livres considera todas as operações com parcelas em atraso acima de 90 dias de atraso, com exceção das vinculadas ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou lastreados em recursos compulsórios ou governamentais.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

(Equipe AE)