Últimas notícias

Ibovespa hoje: índice fecha em queda com Gol (GOLL4) e decisões monetárias no radar

Ações da Gol (GOLL4) lideraram as perdas do índice pela terceira vez consecutiva

Ibovespa hoje: índice fecha em queda com Gol (GOLL4) e decisões monetárias no radar
Painel do Ibovespa mostra cotações do dia. (Foto: Werther Santana/Estadão)

Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira (30), na véspera da chamada Super Quarta, data marcada por decisões de política monetária nos Estados Unidos e no Brasil. A principal referência da B3 terminou o dia em baixa de 0,86%, aos 127.401,81 pontos, oscilando entre máxima a 128.492,38 pontos e mínima a 127.104,69 pontos.

Com a cautela dos investidores antes da divulgação do comunicado do Federal Reserve (Fed) na quarta-feira (31), as Bolsas de Nova York encerraram mistas. Dow Jones foi o único índice que subiu, terminando o pregão em alta de 0,35%, na máxima histórica de fechamento. Nasdaq e S&P 500, por outro lado, tiveram perdas de 0,76% e 0,06%, respectivamente.

Na Bolsa brasileira, os papéis do setor de varejo sofreram na sessão, em meio à valorização dos juros futuros. As ações do Magazine Luiza (MGLU3), que chegaram a liderar os ganhos do Ibovespa pela manhã, inverteram o sinal e passaram a operar no campo negativo, em queda acima de 4%. Dentro do setor, Casas Bahia (BHIA3) registrou a maior baixa e chegou a recuar mais de 7%.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Quem registrou a maior perda do índice, no entanto, foram as ações da Gol (GOLL4), pela terceira sessão consecutiva. O dia foi de despedida para os papéis, que passarão a operar fora do Ibovespa na quarta-feira (31), após a B3 ter anunciado que irá excluir os ativos de todos os seus índices, em decorrência do pedido recuperação judicial pela aérea na Justiça americana.

Do lado oposto, as ações do Carrefour (CRFB3) contrariaram a tendência do restante do setor de varejo e ficaram entre os principais destaques positivos. A Suzano (SUZB3) também se saiu bem e operou em movimento de correção, após cair mais de 3% no último pregão, com o Morgan Stanley rebaixando a empresa para underweight (equivalente à venda). O banco também reduziu o preço-alvo dos papéis de R$ 60 para R$ 47.

Na segunda-feira (29), a principal referência da B3 encerrou a sessão em queda de 0,36%, aos 128.502,66 pontos, pressionada por temores em relação à economia chinesa, na esteira da notícia de que a gigante imobiliária Evergrande entrou em liquidação financeira.

Como é calculado o Índice Ibovespa?

O sistema de pontos Ibovespa busca representar o comportamento dos preços do conjunto de ações nos pregões administrados pela B3. Cada ponto equivale a 1 real. Assim, uma carteira com uma composição idêntica ao do índice custa aproximadamente R$ 120 mil, que é a quantidade de pontos do Ibovespa.

Apesar de a pontuação ser importante para compreender a valorização da Bolsa, a variação de pontos durante um período é uma referência mais relevante para entender e comparar o desempenho das ações e de fundos de renda variável. Dessa maneira, qualquer investimento do tipo deve ter uma rentabilidade maior do que essa taxa para ser considerado bom.

A flutuação do índice reflete a expectativa dos investidores em relação aos ativos e aos cenários interno e externo. Quando a pontuação do Ibovespa sobe, isso significa que, na média, as ações que a compõem se valorizaram. O movimento de queda indica que boa parte dos papéis fechou o dia no vermelho.

Publicidade