Tempo Real

IRB (IRBR3) vai pagar valor milionário por ter mentido sobre Berkshire Hathaway

IRB envolveu grupo do bilionário Warren Buffett em fake news, segundo órgão regulador americano

IRB (IRBR3) vai pagar valor milionário por ter mentido sobre Berkshire Hathaway
Ação da Berkshire (BERK34) atinge maior valor de mercado na história; entenda. (Foto: Rick Wilking/Reuters)
  • IRB pagará US$ 5 milhões
  • O acordo foi pactuado em um Non-Prosecution Agreement (NPA) assinado em 20 de abril

O IRB Brasil (IRBR3) informou que celebrou um acordo com o United States Justice Department (DOJ), em que pagará US$ 5 milhões a título de compensação para por fim às acusações apresentadas pela Securities and Exchange Commission (SEC, órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários brasileira) de informação inverídica de que a Berkshire Hathaway integraria a base acionária da companhia, divulgada em território americano, em fevereiro e março de 2020.

Em fevereiro e março de 2020 a mídia brasileira chegou a publicar notícias alegando que o grupo Berkshire Hathaway tinha praticamente triplicado a fatia que detinha no IRB. Na época, o grupo, que pertence ao bilionário e mundialmente famosos Warren Buffett, desmentiu a informação, enfatizando que nunca teve intenção de ser acionista da companhia. O esquema foi visto pelo governo norte-americano como uma forma fraudulenta de elevar o preço das ações do IRB em um período de crise para a resseguradora.

O acordo foi pactuado em um Non-Prosecution Agreement (NPA, acordo de não acusação, em tradução livre) assinado em 20 de abril. Devido em parte à ampla cooperação e remediação do IRB neste caso, a SEC não impôs qualquer penalidade como parte de seu acordo com a companhia.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Na quarta-feira, 10, a SEC anunciou que protocolou e solicitou aprovação do acordo pela U.S. District Court for the Southern District of New York (Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Sul de Nova York, em tradução livre).

“Em função da celebração do acordo e a assinatura do NPA, a companhia continuará cooperando com a SEC e o DOJ, visando aprimorar suas práticas de controles internos, governança e conformidade, submetendo-se ao acompanhamento e reporte periódico ao DOJ por um período de até 3 anos”, comunicou o IRB Brasil, em fato relevante.

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos