Últimas notícias

Oi (OIBR3) celebra novo acordo com credores relativo a financiamentos

Empresa fechou acordo que estabelece os termos e condições para o crédito na modalidade "debtor in possession"

Oi (OIBR3) celebra novo acordo com credores relativo a financiamentos
Foto: Shutterstock/Gajus/Reprodução

A Oi (OIBR3), que passa pela sua segunda recuperação judicial, celebrou acordo que estabelece os termos e condições para o crédito na modalidade “debtor in possession”, no valor de US$ 275 milhões, conforme acordo DIP divulgado em março com um grupo de credores financeiros e aprovado
pela Justiça.  As informações são do Broadcast.

Os credores representam a maioria dos detentores de 10%/12% Sênior PIK Toggle Notes com vencimento em 2025, garantidas pela Telemar Norte Leste, Oi Móvel, Oi Brasil Holdings Coöperatief U.A. e Portugal Telecom International Finance B.V.

Uma Toggle Note é um tipo de título de pagamento em espécie (PIK) no qual o emissor tem a opção de adiar o pagamento de juros concordando em pagar um valor maior no futuro

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Entre os credores estão também titulares de créditos contra a companhia, decorrentes de acordos com Agências de Crédito à Exportação (Export Credit Agencies).

O financiamento debtor in possession (DIP) será garantido pela venda de ações de titularidade da V.tal a um custo de 14% ao ano, sendo 6% PIK e 8% cash, o que, incluindo fees e taxas, representa, no vencimento, um custo all in de 23% a.a., em dólares ou equivalente em real, e vencimento de 15 meses.

A companhia também concordou em tornar pública determinadas informações confidenciais, após o vazamento de alguns conteúdos por seus funcionários. “A companhia continuará as negociações com os credores financeiros e outros para implementar a reestruturação proposta e celebrar os respectivos documentos definitivos”, afirmou a Oi.