Tempo Real

Petrobras (PETR4): ações fecham o último pregão de semana em alta

O fortalecimento da estatal sustentou a alta do Ibovespa durante a tarde

Petrobras (PETR4): ações fecham o último pregão de semana em alta
Edifício sede da Petrobras. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) encerraram no azul nesta sexta-feira (6). Elas subiram 2,23%, cotadas a R$ 33,45. No acumulado de outubro, os ativos apresentam queda de 3,44%.

O fortalecimento da estatal sustentou a alta do Ibovespa nesta tarde, com os papéis entre as maiores altas do índice. Segundo o Broadcast, a aversão a risco que dominou a manhã no mercados após o payroll vir acima do esperado, evaporou no resto da sessão.

A divulgação do relatório fez com que a curva de juros local até mostrasse um ciclo menor de corte da Selic, em meio às chances do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) implementar mais uma alta na taxa de juros neste ano.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O movimento dos papéis também acompanhou o petróleo na sessão. Nesta sexta-feira, o contrato do WTI para novembro fechou em alta de 0,58%, a US$ 82,79 o barril, após tocar US$ 83,28 na máxima intradiária. O Brent para dezembro subiu 0,61%, a US$ 84,58 o barril.

*Com informações do Broadcast

Web Stories

Ver tudo
<
Como identificar uma nota falsa?
Quanto custa comer na melhor pizzaria da América Latina, que fica em SP?
D.O.M: saiba quanto custa comer em um dos 100 melhores restaurantes da América Latina
Como receber pensão vitalícia na união estável?
Quanto Madonna já ganhou na loteria?
Quanto custa comer no 2º restaurante mais caro do mundo? Descubra
Golpes eletrônicos: confira 7 golpes digitais para roubar o seu dinheiro
Ataque cibernético: relembre 7 sabotagens que afetaram o mercado financeiro
Como investir em IA para ganhar dinheiro?
5 passos para planejar a independência financeira dos seus filhos
Como identificar as notas antigas do real que saíram de circulação?
Reforma tributária: quais alimentos terão imposto zerado ou reduzido? Confira lista
>