EURO R$ 5,22 -0,68% MGLU3 R$ 4,06 +1,00% DÓLAR R$ 5,18 +0,16% ABEV3 R$ 15,97 +2,70% BBDC4 R$ 19,91 +0,86% ITUB4 R$ 27,24 -0,40% PETR4 R$ 33,43 +2,05% GGBR4 R$ 24,32 -1,58% IBOVESPA 113.973,63 pts +0,23% VALE3 R$ 68,06 -0,25%
EURO R$ 5,22 -0,68% MGLU3 R$ 4,06 +1,00% DÓLAR R$ 5,18 +0,16% ABEV3 R$ 15,97 +2,70% BBDC4 R$ 19,91 +0,86% ITUB4 R$ 27,24 -0,40% PETR4 R$ 33,43 +2,05% GGBR4 R$ 24,32 -1,58% IBOVESPA 113.973,63 pts +0,23% VALE3 R$ 68,06 -0,25%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Teto de preço do petróleo russo intriga setores de energia e finanças

O limite ao preço está no cerne dos esforços do Ocidente para impor penas econômicas mais duras sobre a Rússia

Teto de preço do petróleo russo intriga setores de energia e finanças
Funcionário segura amostra de petróleo. 11/03/2019 REUTERS/Vasily Fedosenko

Uma proposta do governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para limitar o preço do petróleo da Rússia é vista com ceticismo por alguns analistas do setor de petróleo e por agentes financeiros, os quais questionam se os americanos e seus aliados podem de fato ditar o preço de venda global de um grande fornecedor da commodity. Funcionários da Casa Branca, do Tesouro americano e do Departamento de Energia receberam uma série de ligações e realizaram encontros nas últimas semanas com bancos, seguradoras de transporte marítimo e petroleiras sobre a ideia de limitar o preço, segundo pessoas ligadas ao assunto. As conversas ocorrem em meio a esforços diplomáticos com a China, e Europa e outros para conseguir apoio ao plano.

O limite ao preço está no cerne dos esforços do Ocidente para impor penas econômicas mais duras sobre a Rússia pela invasão da Ucrânia neste ano. Os EUA e a União Europeia já agiram para vetar importações de petróleo russo em seus portos, mas autoridades agora tentam limitar a receita da Rússia com suas vendas globalmente e também evitar preços de energia muito elevados durante um momento de alta inflação. Autoridades da Rússia afirmam que a economia deles não tem sido freada por sanções do Ocidente, enquanto as americanas dizem que as sanções prejudicam o esforço de guerra russo.

Alguns participantes das conversas, porém, mostram dúvidas sobre se o plano é viável. A Rússia pode encontrar alternativas, o que criaria distorções de mercado e oportunidades de arbitragem, enquanto algumas autoridades russas disseram que podem se recusar a vender petróleo com um teto de preço. Funcionários do Tesouro americano têm afirmado que a Rússia continuaria a ter um incentivo econômico para vender petróleo sob o limite de preços, ou poderia prejudicar sua capacidade de produção, e que eles pretendem elaborar o limite de modo que bancos, seguradoras e outros possam facilmente cumpri-lo.

A Índia e a China são os dois maiores mercados para o petróleo russo, mas não estão alinhados com as sanções lideradas pelos EUA. Funcionários nesses países já começaram a arranjar seguros alternativos para o transporte de petróleo do país. O petróleo da Rússia é atualmente negociado cerca de US$ 30 o barril abaixo dos preços de referência globais, pelas preocupações legais e políticas, com a guerra na Ucrânia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos