Tempo Real

Startup ganha aporte de R$ 8 mi por fundo investido pela BB Seguros

A empresa tem como clientes nomes como B3 (B3SA3), TecBan e RTM

Startup ganha aporte de R$ 8 mi por fundo investido pela BB Seguros
(Foto: Envato Elements)

Fundo de investimentos em startups que conta com a participação da BB Seguros, o MSW Multicorp 2, liderou um investimento de R$ 8 milhões na startup Lina, que fornece tecnologia de compartilhamento de dados e serviços. Criada em 2020, a empresa tem buscado uma atuação no Open Insurance, o sistema de compartilhamento de dados entre seguradoras estabelecido pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Através da tecnologia que oferece, a Lina agiliza processos de conformidade regulatória necessários para a adesão ao compartilhamento de dados. “Nossa missão é impulsionar o mercado de Open Insurance no Brasil. Esperamos colher ótimos frutos dessa parceria, aplicando nossos recursos e tecnologia. Além disso, teremos a oportunidade de trabalhar ao lado do BB Seguros e somar forças no crescimento desse setor no Brasil”, diz em nota o CEO da Lina, Alan Mareines.

A empresa tem como clientes nomes como B3 (B3SA3), TecBan e RTM. “O ambiente Open é muito próspero e nele há oportunidades para que as soluções sejam cada vez melhores e personalizadas. A Lina tem a capacidade de apoiar empresas a se prepararem para esse novo cenário. Estão no tempo certo e com potencial para se estabelecerem como referência em soluções para conexão e intercâmbio de dados”, afirma o diretor de Estratégia e Tecnologia da BB Seguros, Bruno Alves.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O MSW Multicorp 2 investe em startups que tenham sinergia com os investidores, o que além da BB Seguros inclui Baterias Moura, AgeRio e Embraer. A Lina é a primeira insurtech a receber investimentos do fundo, e a quinta startup no total.

“Ainda estamos vivendo o início de uma grande mudança na forma em que empresas e pessoas lidam com as informações financeiras, enxergamos no time de fundadores da Lina vasta experiência e competência para impulsionar essa transformação de forma inovadora e ao mesmo tempo com uma abordagem segura”, afirma o sócio da MSW Capital Richard Zeiger.