EURO R$ 6,20 +0,24% DÓLAR R$ 5,29 +0,00% ITUB4 R$ 27,82 -2,98% MGLU3 R$ 16,57 +1,22% ABEV3 R$ 15,74 -2,29% BBDC4 R$ 20,02 -3,90% GGBR4 R$ 24,60 -6,89% IBOVESPA 111.439,37 pts -2,07% VALE3 R$ 86,15 -2,22% PETR4 R$ 24,93 -5,36%
EURO R$ 6,20 +0,24% DÓLAR R$ 5,29 +0,00% ITUB4 R$ 27,82 -2,98% MGLU3 R$ 16,57 +1,22% ABEV3 R$ 15,74 -2,29% BBDC4 R$ 20,02 -3,90% GGBR4 R$ 24,60 -6,89% IBOVESPA 111.439,37 pts -2,07% VALE3 R$ 86,15 -2,22% PETR4 R$ 24,93 -5,36%
Delay: 15 min

Uma ação do presente para garantir o seu futuro

Louise Barsi é formada em economia e contabilidade e especialista em mercado de capitais. Analista CNPI, ela se dedica à empresa de educação digital Ações Garantem o Futuro, que foi criada para desmistificar a Bolsa de Valores para os investidores brasileiros.

Escreve às sextas-feiras, a cada 15 dias.

Louise Barsi

Porto Seguro (PSSA3) propõe bonificação de 100%. Vale a pena?

Este modelo de provento deverá ser cada vez mais comum no Brasil

dinheiro-ideias-investimentos
(Foto: Envato Elements_
  • A tributação dos dividendos é um assunto que está longe de terminar. Ainda há esperança que o Senado barre a proposta, que na nossa opinião mais atrapalha do que ajuda o mercado
  • Uma das tendências que se concretizou nos EUA durante o governo Trump, quando a redução da carga tributária aumentou a disponibilidade de recursos nas empresas: a recompra de ações
  • Um belo exemplo foi o anúncio de bonificação feito pela Porto Seguro (PSSA3) no montante de R$ 4 bilhões

A tributação dos dividendos é um assunto que está longe de terminar. Ainda há esperança que o Senado barre a proposta, que na nossa opinião mais atrapalha do que ajuda o mercado. Tenho focado nos últimos artigos em mostrar aos investidores que a iniciativa não impede a construção de uma carteira previdenciária.

Na live para o E-Investidor, que ocorreu nesta semana, comentei sobre uma das tendências que se concretizou nos EUA durante o governo de Donald Trump, quando a redução da carga tributária aumentou a disponibilidade de recursos nas empresas: a recompra de ações. O período foi chamado, inclusive, de “histeria” da recompra de ações, que corresponde hoje a 1% de toda negociação realizada por ano na bolsa americana.

Em outras palavras, o dividendo não morreu, ele só mudou de nome e forma. As empresas e os seus agentes se movimentarão a fim de pagar menos impostos e ainda assim remunerar os seus acionistas.

Hoje falaremos sobre outra forma de provento que deverá ser cada vez mais comum por aqui: a bonificação de ações.

Um belo exemplo foi o anúncio de bonificação feito pela Porto Seguro (PSSA3), um montante de R$ 4 bilhões. Isso representa para os acionistas o ganho de uma ação para cada ação já possuída na carteira, em outras palavras, uma bonificação de 100%. Não me recordo de um anúncio tão grande quanto esse nos últimos anos, mas outras companhias também adotaram esse tipo de provento recentemente, como Itausa, Cemig, Bradesco e Unipar.

Afinal, como o investidor ganha com isso? Na prática é como se a própria empresa estivesse fazendo um aporte para você, emitindo novas ações. Isso é possível através da incorporação de reservas (lucro que fica acumulado no patrimônio líquido) ao capital social da empresa. Perceba que a única mudança no balanço será uma troca de “linha”, ou seja, de Reservas de Lucros para Capital Social Realizado, que passará a somar R$ 8 bilhões.

Patrimônio Líquido Consolidado8.682.7268.967.130
Capital Social Realizado4.500.0004.500.000
Reservas de Lucros4.226.5394.372.248
Dividendo Adicional Proposto0443.298
Ações em Tesouraria-160.061-160.061
Reservas4.091.9314.089.011
Lucros Acumulados294.6690
Outros Resultados Abrangentes-43.94194.754
Participação dos Acionistas Não Controladores128128
FONTE: ITR PORTO SEGURO – 2T21

 

O efeito no preço da ação será o mesmo de um dividendo, descontando o valor do provento na data-ex. No caso da Porto Seguro o ajuste será de metade do preço da ação, afinal a companhia dobrará a quantidade de ações dos seus acionistas. E o melhor, a custo zero. Fica claro, então que, SIM, vale a pena receber proventos via bonificação!

Mas claro, nem tudo são flores. Uma das desvantagens deste tipo de remuneração é a falta de previsibilidade. Primeiro, porque nem sempre a empresa terá reservas suficientes para aumentar seu capital e emitir novas ações. Segundo, os trâmites são muito mais burocráticos, dependem da aprovação não apenas do Conselho, como de uma Assembleia Geral de Acionistas (AGE).

Agora, será que vale a pena entrar em Porto Seguro apenas por esse motivo? A resposta você encontra no AGF+. Te vejo na plataforma!

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos