Publicidade

Educação Financeira

Ágora: “Investir não é aposta, é decidir a partir de informação”

Ágora Academy lança mais de 50 cursos sobre investimentos para diferentes níveis

Ágora: “Investir não é aposta, é decidir a partir de informação”
Luis Claudio Pereira, diretor-geral da Ágora Investimentos, fala sobre o lançamento da Ágora Academy Foto: Divulgação Ágora Investimentos
  • Luis Claudio Pereira, diretor-geral da Ágora Investimentos e colunista do E-Investidor, comentou com exclusividade sobre os detalhes e objetivos da plataforma Ágora Academy
  • "É fundamental para nós, como casa de investimentos, incentivar acesso à educação financeira, já que queremos ver as pessoas entrando nesse universo e investindo, desde que tenham entendimento das decisões que estão sendo tomadas"
  • A plataforma da Ágora tem parceria com a FIA, Unibrad, B3, Ancord, CIEE e Anbima

Os investidores e profissionais do mercado financeiro contam com mais um canal de conhecimento e formação a partir desta segunda-feira (29). A Ágora Investimentos lança a plataforma Ágora Academy, espaço voltado para educação financeira em diferentes níveis, incluindo especialização e MBA.

Na plataforma de educação serão oferecidos mais de 50 cursos para clientes e não clientes da casa de investimentos. Luis Claudio Pereira, diretor-geral da Ágora Investimentos e colunista do E-Investidor, falou com exclusividade sobre os detalhes e objetivos do projeto. Segundo ele, inclusão e desenvolvimento são os principais intuitos da Academy.

De acordo com Pereira, o acesso à informação é essencial não só para atrair novos investidores, como para fazer com que aqueles já inseridos no mercado financeiro tomem decisões adequadas. Mesmo com cenários incertos para 2022, ano eleitoral, ele afirma que a Bolsa sempre vai ter boas oportunidades, desde de que haja conhecimento.

Publicidade

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Pensando em agentes autônomos, assessores de investimentos e profissionais que atuam no mercado financeiro em geral, os cursos de especialização são certificados pela própria Ágora e pela Fundação Instituto de Administração (FIA).

A Ágora Academy conta ainda com parcerias de instituições como a Universidade Corporativa Bradesco (Unibrad), o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), a B3, a Associação Nacional das Corretoras de Valores (Ancord) e a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Confira os principais trechos da entrevista:

E-Investidor – Como foi observada a necessidade do lançamento da Academy? Qual seu principal objetivo?

Pereira – A Ágora já possui plataforma educacional, nós já vínhamos fazendo um trabalho muito grande voltado à educação financeira. Entretanto, decidimos reunir toda a nossa experiência em uma única plataforma, incluindo a possibilidade de unir parceiros importantes.

Publicidade

Nós pensamos em desenvolver essa nova ferramenta para promover a inclusão dos brasileiros no mercado financeiro e no mundo dos investimentos. Além disso, buscamos oferecer uma forma de ampliar o conhecimento do investidor, seja ele  iniciante ou já com experiência.

A Ágora Academy surgiu com o intuito de oferecer, inclusive, certificação para profissionais. Para isso, reunimos uma das maiores instituições voltadas a Negócios da América Latina, a FIA, assim como a B3, Anbima e Ancord.

E-Investidor – O que os alunos podem ganhar com a parceria entre Ágora e Unibrad, FIA, B3, CIEE, Ancord e Anbima?

Pereira – Vamos ter muitos conteúdos gratuitos, inclusive para não clientes. São mini cursos sobre diferentes temas, desde a explicação básica sobre o que é mercado à vista e day trade, por exemplo, até conteúdos de especialização.

Os professores são acadêmicos especializados no assunto e capacitados para explicar cada conteúdo. Os cursos pagos vão oferecer certificados pela FIA, uma instituição com profissionais bastante experientes no tema.

Publicidade

E-Investidor – O que os interessados podem esperar do conteúdo das aulas?

Pereira – Vamos oferecer desde cursos básicos para quem não tem conhecimento ou ainda é limitado, assim como cursos de extensão, de capacitação, além de especialização e MBA. Todos voltados para os temas de Negócios, Mercado Financeiro e Investimentos.

Para quem está buscando uma nova profissão no mercado financeiro e busca habilitação com certificados de profissionais do mercado como o CPA-10, CPA-20 e operador de broker, por exemplo, vai conseguir aproveitar os cursos da Academy para seguir a trajetória desejada.

Entendermos que oferecer a profissionalização para quem tem interesse é um dos diferenciais da plataforma.

E-Investidor – Como o senhor avalia o nível de educação financeira do brasileiro?

Publicidade

Pereira – Não é segredo que ainda falta a inclusão da maior parte dos brasileiros no mercado financeiro. Poucas pessoas têm conhecimento e acesso a investimentos. Por isso, devemos buscar incentivar a participação e o interesse dos mais jovens sobre como administrar e investir os recursos.

É fundamental para nós, como casa de investimentos, incentivar esse acesso, já que queremos ver as pessoas entrando nesse universo e investindo, desde que tenham entendimento das decisões que estão sendo tomadas. Para isso acontecer, ainda há muito espaço para incluir novas pessoas.

Conseguimos ver números de mais pessoas entrando na Bolsa, mas muitas vezes são brasileiros que ainda não entendem os mecanismos e não sabem como investir de forma consciente e programada. Os cursos vão possibilitar que os alunos tenham visões mais amplas sobre o mundo dos investimentos.

E-Investidor – O percentual de brasileiros endividados bateu recorde em outubro e já atinge 74,6% das famílias, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC). Se a educação financeira fosse ensinada nas escolas teríamos uma realidade diferente no Brasil?

Pereira – Acredito que se tivéssemos programas de educação financeira nas escolas desde o ensino básico, como o Ministério da Educação vem começando a fazer, poderíamos ter um comprometimento maior com o planejamento.

Publicidade

Além de introduzir conceitos básicos e essenciais como a construção de uma reserva e da diversificação desde a juventude pode ser um reflexo visto ao longo da vida adulta até a aposentadoria.

E-Investidor – A pandemia castigou diversos setores da economia, muitas empresas fecharam e o desemprego bateu recordes, o que evidenciou a necessidade de ter uma reserva. Qual a importância da reserva de emergência?

Pereira – É fundamental. A reserva de emergência vai guiar o conhecimento, a capacidade financeira e funciona como um guia para que o investidor saiba como gerir suas aplicações porque é baseada na quantidade de dinheiro que entra na renda e a administração desses valores.

Outro ponto essencial que funciona como pilar da educação financeira e sempre frisamos é a diversificação. O investidor não deve deixar todas as aplicações em uma única cesta. Além de reserva e diversificação, outro ponto de destaque é o perfil de risco. Oferecemos carteiras balanceadas e recomendadas para cada perfil de investidor, o que deve ser respeitado, desde o conservador até o mais agressivo.

Vale ressaltar que todos os perfis devem ter uma reserva de emergência, assim como o investidor precisa conhecer a própria capacidade na hora de investir para não ser impactado negativamente em situações de emergência.

Publicidade

E-Investidor – Depois da compreensão sobre a importância da reserva de emergência, qual dica o senhor pode dar para quem deseja ou já está começando a investir?

Pereira – Escolher uma casa de investimento de confiança. Existem diversos tipos de instituições disponíveis, o investidor deve buscar um ambiente onde ele sinta segurança e consiga acessar conteúdos relevantes assim como um amplo portfólio de produtos.

Traçar o perfil de investidor é outro passo essencial. Mesmo sendo obrigatoriedade de acordo com a legislação, é fundamental que o próprio investidor conheça seus objetivos e capacidade de tomar riscos.

A renda variável é chamada assim porque há riscos, não é possível garantir retornos. Na própria renda fixa, quanto maior a taxa de retorno oferecida, maiores são os riscos. Todos esses cenários devem ser compreendidos e considerados antes de alocar os recursos.

E-Investidor – Foi observado um número maior de pessoas entrando na Bolsa, especialmente durante a pandemia. É possível esperar a continuação desse processo para os próximos anos?

Pereira – Esperamos que esse número continue aumentando até porque investimento em educação financeira amplia a porta de entrada para pessoas que ainda estão fora. A própria Bolsa incentiva a educação em plataformas próprias e através de corretoras. Levar esse conhecimento é levar oportunidades.

Muitas pessoas não conhecem a gama de investimentos acessíveis disponíveis. Com o objetivo de transformar esse cenário, vemos que informação e conhecimento são fatores básicos.

E-Investidor – Diante do atual cenário de alta dos juros e inflação, pode-se esperar uma atratividade menor aos ativos de renda variável e direção maior à renda fixa?

Pereira – Tem espaço para todos os cenários. Sem dúvida, vemos uma migração em momento de crescimento da taxa de juros para a renda fixa, mas sempre vemos um movimento interessante na Bolsa também.

O importante é estudar, conhecer, saber a hora de entrar, além de analisar cada empresa, cada uma tem uma atuação e integra uma atividade específica da economia. Para entender os melhores momentos, é preciso ter acesso à informação e conhecer para tomar decisão.

Não é investir como uma aposta, é tomar decisão com base em conteúdo e saber em quem está investindo. A Bolsa sempre vai ter oportunidades, desde que haja conhecimento.

E-Investidor – Pensando em um cenário de 2022, existe expectativa para algum ativo ou algum setor que o investidor deve olhar com atenção e colocar na carteira?

Pereira – Véspera de ano eleitoral é sempre obscura e um momento difícil para fazer previsões, mas ficamos sempre atentos ao movimento de mercado com maiores altas e baixas. A safra de informação de balanço no começo do ano é muito importante para guiar o caminho que deve ser tomado ao longo dos outros meses.

Com o intuito de guiar esse caminho, oferecemos lives e análises diárias com especialistas de mercado sobre performance que vai indicar o que está por vir. Novamente, conteúdo, informação e acompanhamento diário são essenciais para essa construção de cenários.

Web Stories

Ver tudo
<
>

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos