Publicidade

Investimentos

3 carteiras de FIIs para ganhar R$ 1 mil por mês com dividendos

Além de aproveitar o momento de valorização dos FIIs, o investidor pode conseguir renda passiva mensal

3 carteiras de FIIs para ganhar R$ 1 mil por mês com dividendos
Galpão logístico do fundo de investimento imobiliário (FII) HGLG11 em Uberlândia. (Fonte: CSHG/Reprodução)
  • Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) estão ganhando cada vez mais atenção com a perspectiva de queda dos juros e possibilidade de valorização das cotas decorrente dela
  • Para além da alta dos papéis, essa classe de ativos é muito atrativa pelos dividendos distribuídos e a previsibilidade do quanto pode-se ganhar com eles
  • Vale destacar que entre os FIIs existem duas classes de ativos: os fundos de papel e os fundos de tijolos

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) são alguns dos ativos mais recomendados para surfar na perspectiva de queda dos juros, considerando que esses papéis historicamente se beneficiam destes momentos. O IFIX, principal índice de FIIs na bolsa, já acumula alta de 12,15% no ano, mais do que os 8,35% do Ibovespa – dados das 11h22 desta quinta-feira (14).

Os FIIs são ativos considerados de maior risco do que a renda fixa e, por conta disso, se beneficiam da migração de investidores para esta classe de ativos neste momento em que a renda fixa perde atratividade por conta da queda nos juros.

Vale destacar que entre os FIIs se dividem em três classes principais: os fundos de papel, os fundos de tijolos e os fundos de fundos. Quer saber em qual investir? Acesse essa reportagem.

Os fundos de tijolos compram ou constroem propriedades para alugar ou obter valorização desses imóveis no futuro –  eles investem em ativos reais físicos, daí a natureza do nome. Juros mais baixos beneficiam principalmente essa classe de FIIs, uma vez que o preço dos aluguéis e dos imóveis ficam mais acessíveis com a queda nas taxas e nos financiamentos.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Os fundos de papel, por outro lado, possuem na carteira títulos relacionados ao mercado imobiliário, como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs). Ao investir nesses papéis, recebe rendimentos dos juros e pagamentos definidos pelos títulos. Neste caso, os juros altos podem até beneficiar os fundos de papel, pois a rentabilidade dos títulos em carteira tendem a aumentar.

Já os os fundos de fundos (FOF) são aqueles que investem em cotas de outros FIIs, sejam eles de papel, de tijolo ou de outros FOFs. Assim, o benefício da queda dos juros depende da aplicação.

A popularidade dos FIIs também se justifica em função dos dividendos distribuídos e a previsibilidade do quanto o investidor pode ganhar com eles. Para conseguir uma renda extra ao final de todos os meses utilizando FIIs, o E-Investidor consultou três analistas para montar uma carteira de investimentos que distribua R$ 1 mil por mês.

Acura Capital

A carteira de investimentos da Acura Capital foi montada por André Carvalho, diretor de portfólio. Seguindo essa estratégia, para o investidor conseguir R$ 1 mil em dividendos de FIIs, ele precisará aplicar aproximadamente R$ 145 mil.

Fundo Quantidade de Cotas Valor do Último Dividendo Valor Total do Dividendo
BRCO11 150 R$ 0,87 R$ 130,50
BTCI11 150 R$ 0,10 R$ 15,15
BTLG11 150 R$ 0,76 R$ 114,00
HGLG11 150 R$ 1,10 R$ 165,00
MGFF11 150 R$ 0,50 R$ 75,00
BCFF11 150 R$ 0,56 R$ 84,00
RBRF11 150 R$ 0,63 R$ 94,50
TRXF11 150 R$ 0,90 R$ 135,00
VISC11 150 R$ 0,85 R$ 127,50
XPML11 150 R$ 0,83 R$ 124,50

Trix

A segunda carteira recomendada foi elaborada por Leonardo Garcia, analista de fundos imobiliários do Trix, com dados da Quantum Axis. Neste caso, para o investidor conseguir os R$ 1 mil em dividendos com FIIs, ele terá de aplicar cerca de R$ 123 mil.

Para Garcia, os principais benefícios de investir em fundos imobiliários estão relacionados à gestão dos profissionais, à capacidade de diversificação da carteira, aos benefícios tributários (a não cobrança de impostos sobre dividendos nesses ativos) e à liquidez das cotas, podendo ser negociadas a qualquer momento.

Fundo Quantidade de cotas Valor do último Dividendo Valor total do dividendo
KNCR11 165 R$ 1,20 R$ 198,00
TRXF11 144 R$ 0,90 R$ 129,60
HGCR11 151 R$ 1,10 R$ 166,10
HGRU11 115 R$ 0,85 R$ 97,75
XPML11 128 R$ 0,84 R$ 107,52
CVBI11 155 R$ 0,85 R$ 131,75
KNIP11 157 R$ 0,50 R$ 78,50
XPLG11 125 R$ 0,78 R$ 97,50

Rico

A última carteira recomendada foi feita por Antonio Sanches, analista da Rico. Para que o investidor consiga R$ 1 mil em dividendos, ele terá de investir aproximadamente R$ 115 mil nesta carteira.

Confira as recomendações:

Fundo Quantidade de cotas Valor do último Dividendo Valor total do dividendo
CPTS11  265 R$ 0,89  R$ 235,85
RBRR11  249 R$ 0,70   R$ 174,30
BRCO11  180 R$ 0,87   R$ 156,60
KNCR11  239 R$ 1,15   R$ 274,85
PVBI11  220 R$ 0,72 R$ 158,40

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos