MGLU3 R$ 8,06 -7,36% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% PETR4 R$ 28,47 -3,88% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
MGLU3 R$ 8,06 -7,36% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% PETR4 R$ 28,47 -3,88% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
Delay: 15 min
Mercado

As ações mais recomendadas para fevereiro de 2021, segundo 11 corretoras

Com oito indicações, os papéis da Vale (VALE3) foram os mais recomendados para o mês

Foto: Ricardo Moraes/Reuters
  • As ações da B3 (B3SA3) tiveram a principal baixa e foram retiradas de duas carteiras
  • As ações de Magazine Luiza (MGLU3), B3 (B3SA3) e Bradesco (BBDC4) ficaram empatadas em 2º lugar, com quatro indicações cada
  • Ao todo, foram recomendadas 54 ações e as grandes novidades foram C&A (CEAB3) e JBS, incluídas em duas carteiras

O primeiro mês do ano chegou ao fim com o Ibovespa fechando em queda de 2,76%, em meio às incertezas com a vacinação da covid-19 e as eleições na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Após dois meses invicta como a ação mais indicada das carteiras, os papéis da B3 (B3SA3) se tornaram a principal baixa das recomendações e foram retirados de duas carteiras. A principal novidade ficou com as ações de C&A (CEAB3) e JBS (JBSS3), ambas entraram em duas carteiras.

Apesar do grande destaque do mês ser a Vale (VALE3), as ações de Magazine Luiza (MGLU3), B3 (B3SA3) e Bradesco (BBDC4) também se destacaram positivamente, todas empatadas em segundo lugar, com quatro indicações cada.

Vale, a campeã do mês

Com oito indicações, a mineradora Vale foi a campeã do mês de fevereiro. Para José Francisco Cataldo, head de research da Ágora Investimentos, a companhia está bem posicionada para fechar as lacunas existentes em diferentes frentes. “Isso deve impulsionar uma melhor precificação em relação aos seus pares”, diz.

A alta do preço do minério de ferro, que atingiu o valor mais alto desde setembro de 2011, chegando a US$ 176,45 por tonelada, tem beneficiado a companhia. Para José Falcão, analista da Easynvest, a Vale continua forte e vem se destacando operacionalmente, favorecida pelo bom momento do setor de mineração.

“O fato é que o preço da commodity neste nível cria um enorme potencial de geração de caixa para a companhia em 2021, somada à expectativa de retorno de pagamento dos dividendos aos acionistas”, diz Falcão.

Na visão de Cataldo, embora a Vale tenha superado a Rio Tinto e a BHP recentemente, a ação continua a ser negociada com um desconto não merecido de 35%, considerando o valor da empresa/Ebitda. É importante lembrar que a companhia ainda não chegou a um acordo final com o governo de Minas Gerais sobre a tragédia de Brumadinho.

Confira as recomendações de cada uma das corretoras:

Ágora Investimentos

Para o mês de fevereiro, a Ágora realizou apenas uma alteração. Saíram as ações de Eletrobras (ELET6) e entraram os papéis de C&A (CEAB3).

As ações recomendadas são:

Ação
Omega (OMGE3)
C&A (CEAB3)
Itaú (ITUB4)
Ichope Maxion (MYPK3)
B3 (B3SA3)
Iguatemi (IGTA3)
Petrobras (PETR4)
Rumo (RAIL3)
Vale (VALE3)
Suzano (SUZB3)

 

“O início do ano vem sendo marcado por uma dinâmica ruim de pandemia, com avanço do número de casos da covid-19, mas com esperanças renovadas pelo processo de vacinação. No exterior, a posse do presidente Joe Biden abre espaço para que novas medidas de estímulo sejam estudadas, sustentando ainda um bom momento para as ações. No Brasil, começamos o ano novo atentos a um problema antigo, o desafio fiscal”, diz José Francisco Cataldo, head de research da Ágora Investimentos.

Elite Investimentos

Para fevereiro, a Elite Investimentos realizou apenas uma substituição. Saíram as ações das lojas Renner (LREN3) e entrou SulAmérica (SULA11). As ações recomendadas são:

Ação
B3 (B3SA3)
Banco do Brasil (BBAS3)
Eztec (EZTC3)
Itaúsa (ITSA4)
Magazine Luiza (MGLU3)
Natura & Co (NTCO3)
Sul América (SULA11)
Unidas (LCAM3)
Vale (VALE3)
Weg (WEGE3)

Genial Investimentos

A Genial realizou duas trocas para o mês de fevereiro. Saíram Banco BMG (BMGB4) e Pague Menos (PGMN3) e entraram Itaú Unibanco (ITUB4) e Lojas Americanas (LAME4). Sendo assim, carteira ficou composta da seguinte forma:

Ação
Aliansce Sonae (ALSO3)
Arezzo Co (ARZZ3)
Banco Pan (BPAN4)
Itaú (ITUB4)
Lojas Americanas (LAME4)
Locaweb (LWSA3)
Mitre (MTRE3)
Profarma (PFRM3)
Rumo (RAIL3)
Vulcabras (VULC3)

Singulare

Com apenas uma troca, a Singulare retirou as ações da CCR (CCRO3) e adicionou os papéis da Vale (VALE3). As ações recomendadas são:

Ação
Bradesco (BBDC4)
Vale (VALE3)
Bradesco (BBDC4)
Br Malls (BRML3)
JBS (JBSS3)
Hapvida (HAPV3)

Nova Futura

A carteira recomendada da Nova Futura para fevereiro sofreu três alterações. Saíram Banco do Brasil (BBAS3), B3 (B3SA3) e Via Varejo (VVAR3) e entraram JBS (JBSS3), Cosan (CSAN3) e BTG Pactual (BPAC11). As ações recomendadas são:

Ações
JBS (JBSS3)
Cosan (CSAN3)
Petrobras (PETR4)
Vale (VALE3)
BTG Pactual (BPAC11)

Toro Investimentos

Já a Toro Investimentos realizou nove trocas em sua carteira recomendada. Saíram Weg (WEGE3), Petz (PETZ3), Natura (NTCO3), Itaúsa (ITSA4), Cyrela (CYRE3), Centauro (CNTO3), Br Foods (BRFS3), B3 (B3SA3) e Ambev (ABEV3).

Entram Azul (AZUL4), Banco do Brasil (BBAS3), Br Malls (BRML3), C&A (CEAB3), Cielo (CIEL3), Duratex (DTEX3), JBS (JBSS3), Magazine Luiza (MGLU3) e Totvs (TOTS3).

As ações recomendadas são:

Ações
Azul (AZUL4)
Banco do Brasil (BBAS3)
Br Malls (BRML3)
C&A (CEAB3)
Cielo (CIEL3)
Duratex (DTEX3)
Eneva (ENEV3)
JBS (JBSS3)
Magazine Luiza (MGLU3)
Totvs (TOTS3)

 

“Após 2 meses de forte alta, janeiro veio com bastante volatilidade. As notícias positivas e negativas alternaram-se, especialmente quando o tema era a pandemia. De um lado, a expectativa com a aprovação das vacinas junto à Anvisa e o início de sua aplicação em setores prioritários da população trouxe grande otimismo. Do outro, o avanço veloz da segunda onda de contágios pelo mundo também atingiu o Brasil, que volta a registrar números semelhantes ao pior momento de 2020″, diz Rafael Panonko, analista chefe da Toro Investimentos.

“O que pode destravar um movimento comprador para a Bolsa é a eleição dos presidentes da Câmara e do Senado. Uma vez definidos os vencedores do pleito, as discussões em torno das reformas fiscais e de programas de suporte à economia devem voltar à pauta. Além disso, a temporada de balanços do fechamento de 2020 começou. Surpresas positivas no desempenho das empresas no ano passado também têm espaço para impulsionar o mercado”, conclui.

CM Capital

A CM Capital não realizou nenhuma troca na sua carteira recomendada para o mês de fevereiro. Sendo assim, as ações escolhidas foram:

Ação
Azul (AZUL4)
Bradesco (BBDC4)
Simpar (SIMH3)
Marfrig (MRFG3)
Gerdau (GGBR4)
Vale (VALE3)
Sinqia (SQIA3)
Natura (NTCO3)

“Mesmo com a valorização da Vale em janeiro, ainda enxergamos espaço para o aumento de valor da ação da mineradora, devido ao ciclo positivo de commodities que o mercado está vivendo. Também continuamos com visão positiva para o resto das companhias da carteira e, por isso, mantivemos o portfólio recomendado”, diz Raphael Figueredo, analista de investimentos da CM Capital.

Órama

Estreante na nossa lista de carteiras recomendadas, as indicações da Órama são as seguintes:

Ação
Light (LIGT3)
Bradesco (BBDC4)
BTG Pactual (BPAC11)
Aliansce Sonae (ALSO3)
Via Varejo (VVAR3)
Vale (VALE3)
Yduqs (YDUQ3)
Weg (WEGE3)

“Em fevereiro, resolvemos rebalancear a nossa carteira e buscar exposição em segmentos que devem se beneficiar tanto do início da vacinação contra o coronavírus, da consequente melhora da economia e da possibilidade de aumento nas taxas de juros do Brasil. Ainda observamos espaço para ganhos em setores que foram mais prejudicados durante a pandemia, como shoppings centers e educação”, diz Sergio Moreira Franco, anrfalista da Órama.

Warren

Para o mês de fevereiro, a Warren realizou apenas uma troca em sua carteira. Sai Notre Dame Intermédica (GNDI3) e entra Raia Drogasil (RADL3). Com isso, as ações indicadas para o mês são:

Ação
Ambev (ABEV3)
B3 (B3SA3)
Bradesco (BBDC4)
Raia Drogasil (RADL3)
Klabin (KLBN11)
Lojas Americanas (LAME4)
Magazine Luiza (MGLU3)
Petrobras (PETR4)
Vale (VALE3)
Weg (WEGE3)

Easynvest

A Easynvest não realizou nenhuma troca na sua carteira recomendada para o mês de fevereiro. A composição permanece da seguinte forma:

Ação
Itaú (ITUB4)
B3 (B3SA3)
Multiplan (MULT3)
Vale (VALE3)
Eneva (ENEV3)
Taesa (TAEE11)
Qualicorp (QUAL3)
SLC Agrícola (SLCE3)
Lojas Renner (LREN3)
Magazine Luiza (MGLU3)

Modalmais

Para o mês de fevereiro, a Modalmais trocou todas as ações de sua carteira recomendada. Os papéis recomendados são:

Ação
Marfrig (MRFG3)
Rumo (RAIL3)
BTG Pactual (BPAC11)
Santos Brasil (STBP3)
Br Foods (BRFS3)

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos