EURO R$ 6,28 +1,25% DÓLAR R$ 5,35 +1,28% ITUB4 R$ 27,07 -2,70% MGLU3 R$ 15,87 -4,22% ABEV3 R$ 15,62 -0,76% GGBR4 R$ 24,04 -2,28% IBOVESPA 108.287,44 pts -2,83% BBDC4 R$ 19,22 -4,00% PETR4 R$ 24,19 -2,97% VALE3 R$ 82,74 -3,96%
EURO R$ 6,28 +1,25% DÓLAR R$ 5,35 +1,28% ITUB4 R$ 27,07 -2,70% MGLU3 R$ 15,87 -4,22% ABEV3 R$ 15,62 -0,76% GGBR4 R$ 24,04 -2,28% IBOVESPA 108.287,44 pts -2,83% BBDC4 R$ 19,22 -4,00% PETR4 R$ 24,19 -2,97% VALE3 R$ 82,74 -3,96%
Delay: 15 min
Mercado

Ray Dalio: Há uma bolha no mercado de ações?

Gestor escreveu artigo com os seis indicadores usados por ele para identificar bolhas na bolsa de valores

Ray Dalio gestor
Ray Dalio. Foto: Reuters/Brian Snyder
  • 'Já vi muitas bolhas e estudei mais mais nos livros de história, então sei o que quero dizer com bolha. Sistematizei-a em um “indicador de bolha” que monitoro para me ajudar a dar uma perspectiva de cada mercado'
  • 'Cada uma dessas seis influências é medida usando uma série de estatísticas combinadas. No mercado de ações, fazemos isso para cada papel que estamos olhando'

Ray Dalio, fundador da Bridgewater Associates, é o gestor do fundo de hedge mais bem-sucedido do mundo. Dalio também gosta de dividir suas ideias com quem gosta de investimentos. Desta vez, ele escreveu o artigo Há uma bolha no mercado de ações?, no seu LinkedIn.

No texto, Dalio aproveita para apresentar os seis indicadores criados por ele que ajudam o time da Bridgewater a identificar a formação de bolhas na bolsa de valores.

Acompanhe, abaixo, a íntegra traduzida do artigo de Dalio:

Já vi muitas bolhas e estudei muitas mais nos livros de história, então sei o que quero dizer com bolha. Sistematizei-a em um “indicador de bolha” que monitoro para me ajudar a dar uma perspectiva de cada mercado. Agora, nós usamos esse indicador para observar a maioria dos mercados em que atuamos. Quero mostrar como funciona e o que está mostrando agora para as ações dos Estados Unidos.

O que quero dizer com bolha é um preço insustentavelmente alto, que eu avalio com as seguintes seis medidas:

  1. Quão altos são os preços em relação às métricas tradicionais?
  2. Os preços estão descontando as condições insustentáveis?
  3. Quantos novos compradores (ou seja, aqueles que não estavam anteriormente no mercado) entraram no mercado?
  4. Quão amplamente otimista é o sentimento?
  5. As compras estão sendo financiadas por um alto nível de alavancagem?
  6. Há compras a termo excepcionalmente estendidas (por exemplo, estoque construído, compras a termo contratadas, etc.) para especular ou se proteger contra ganhos de preço futuros?

Cada uma dessas seis influências é medida usando uma série de estatísticas combinadas. No mercado de ações, fazemos isso para cada papel que estamos olhando. Esses indicadores são combinados em índices agregados por título e, em seguida, para o mercado como um todo. A tabela abaixo mostra as leituras atuais de cada um desses indicadores para o mercado de ações dos EUA como um todo, e o gráfico a seguir apresenta a leitura agregada derivada da combinação desses indicadores para o mercado de ações desde 1910. Ele mostra como as condições se acumulam hoje para as ações dos EUA em relação ao passado.

Em resumo, o medidor de bolha agregado atual está em torno do percentil 77 para o mercado de ações dos EUA. Na bolha de 2000 e na bolha de 1929, esse medidor agregado estava no 100º percentil.

Há uma divergência muito grande nas leituras entre as ações. Algumas ações estão, por essas medidas, em bolhas extremas (particularmente empresas de tecnologia emergentes), enquanto algumas ações não estão em bolhas. Os gráficos abaixo mostram a proporção de empresas americanas que essas medidas indicam estar em uma bolha. É cerca de 5% das 1.000 maiores empresas dos Estados Unidos, o que é cerca de metade do que vimos no pico da bolha tecnológica. O número é menor para o S&P 500, pois várias dessas empresas “espumantes” não fazem parte desse índice.

Pegamos as ações que estão em bolha e criamos uma cesta de “ações bolha” para ficar de olho nelas. O gráfico a seguir mostra o desempenho delas e o desempenho da nossa cesta das 500 maiores empresas. Essa é uma reminiscência do “Nifty Fifty” no início dos anos 1970 e das bolhas de ações Pontocom no final dos anos 1990, das quais me lembro bem. Essa pontuação se assemelha aos estoques de bolha do final dos anos 1920, que eu não consigo me lembrar porque eu não estava vivo naquela época.

Embora eu não apresento exatamente como este indicador é construído porque ele é proprietário, se você quiser saber mais, pode ver algumas das leituras adicionais e alguns indicadores aqui.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos