MGLU3 R$ 6,76 -1,74% EURO R$ 6,38 -0,06% ITUB4 R$ 23,06 +3,78% BBDC4 R$ 20,82 +5,08% DÓLAR R$ 5,65 +0,11% IBOVESPA 104.466,24 pts +3,66% GGBR4 R$ 27,66 +5,69% PETR4 R$ 28,36 +6,99% ABEV3 R$ 16,01 +0,95% VALE3 R$ 73,49 +4,64%
MGLU3 R$ 6,76 -1,74% EURO R$ 6,38 -0,06% ITUB4 R$ 23,06 +3,78% BBDC4 R$ 20,82 +5,08% DÓLAR R$ 5,65 +0,11% IBOVESPA 104.466,24 pts +3,66% GGBR4 R$ 27,66 +5,69% PETR4 R$ 28,36 +6,99% ABEV3 R$ 16,01 +0,95% VALE3 R$ 73,49 +4,64%
Delay: 15 min
Mercado

Lavvi, da Cyrela, fará IPO de até R$ 2 bi; reserva de ações começa hoje

A estreia na B3 está prevista para o dia 2 de setembro

prédio Cyrela
Maquete de empreendimento da Cyrela em Santo André (SP). (Foto: Rafael Arbex/Estadão)

A Lavvi, do grupo Cyrela, prosseguiu com os planos para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) que poderá alcançar até R$ 2,094 bilhões, considerando o teto da faixa de preço indicativa da oferta, que vai de R$ 11 a R$ 14,50. A ação deve ser precificada no dia 31 deste mês e a estreia na B3 está prevista para o dia 02 de setembro.

A partir desta terça-feira (18), começa o período de reserva para os pequenos investidores comprarem ações da companhia, com o código LAVV3.

Considerando apenas o lote principal, a oferta poderá movimentar R$ 1,55 bilhão. São vendedores na oferta a Cyrela, RH Empreendimentos Imobiliários e Moshe Horn. A oferta da Lavvi chega depois de duas ofertas do setor imobiliário, a Riva 9 e a You Inc, não encontrarem demanda entre investidores.

A companhia informou, na documento, que da oferta primária destinará os recursos para a aquisição de terrenos, despesas administrativas, de marketing e de vendas e reforço de capital de giro.

“Nossa administração conta com três gerações da família Horn, cujo sobrenome é referência no mercado imobiliário. O Sr. Elie Horn, pioneiro da família, é o presidente do Conselho de Administração da Cyrela, cargo que também ocupa em nossa Companhia. Por sua vez, o Sr. Ralph Horn ocupa o cargo de diretor presidente e ainda conta com a presença de seus irmãos e filhos no dia a dia da empresa”, conforme o prospecto da oferta.

Na primeira metade do ano, a companhia registrou um lucro líquido de R$ 22,45 milhões, ante R$ 20,93 milhões no mesmo intervalo do ano passado. A receita líquida chegou a R$ 93,74 milhões na primeira metade do ano, ante R$ 118,36 milhões no mesmo intervalo de 2019.

Os bancos coordenadores da oferta são o BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA e XP.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos