EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
Delay: 15 min
Mercado

Lucro de empresas de capital aberto dispara 245% no primeiro trimestre

Entre janeiro e março deste ano, as companhias lucraram R$ 33,2 bilhões. Veja o ranking completo

Lucro de empresas de capital aberto dispara 245% no primeiro trimestre
Foto: Pixabay
  • Os dados são de um levantamento da Economatica, que considera os balanços financeiros divulgados até a última sexta-feira (15), com exceção dos resultados de algumas companhias, como a Vale (VALE3) e as do setor financeiro
  • Segundo Einar Rivero, gerente de Relação Institucional e Comercial da plataforma de informações financeiras, os dados dessas empresas distorceriam a amostra
  • No comparativo por setores, o de energia elétrica - com 32 empresas - tem o maior lucro acumulado entre janeiro e março no 1º trimestre de 2021: R$ 11,716 bilhões

Apesar de uma segunda onda de covid-19 ter a assustado a economia brasileira no começo deste ano, a maior parte das companhias de capital aberto mostraram bons resultados no primeiro trimestre. Entre janeiro e março de 2021, 268 empresas listadas na B3 tiveram lucro líquido de R$ 33,235 bilhões – uma variação de 245,7% em relação ao prejuízo líquido de R$ 22,817 bilhões registrado no mesmo período de 2020.

Os dados são de um levantamento da Economatica, que considera os balanços financeiros divulgados até a última sexta-feira (15), com exceção dos resultados de algumas companhias, como a Vale (VALE3) e as do setor financeiro. Segundo Einar Rivero, gerente de Relação Institucional e Comercial da plataforma de informações financeiras, os dados dessas empresas distorceriam a amostra.

“O lucro da Vale no 1º trimestre de 2021 foi de R$ 30,564 bilhões, que é o maior lucro da história para o 1º trimestre de uma empresa de capital aberto”, explica Rivero. Esse valor sozinho fica apenas 8% abaixo do resultado das outras 268 companhias.

A amostra também desconsiderou os resultados da Petrobras (PETR3), que ficou no azul nos três primeiros deste ano, mas com valor tímido em relação às demais empresas devido ter sido muito machucada no primeiro trimestre de 2020. A Suzano (SUZB3) também ficou de fora porque, embora tenha reduzido as perdas,  continuou no vermelho no período.

No comparativo por setores, o de energia elétrica – com 32 empresas – tem o maior lucro acumulado entre janeiro e março no 1º trimestre de 2021: R$ 11,716 bilhões. Na sequência, ficaram siderurgia e metalúrgica, com R$ 8,450 bilhões, e alimentos e bebidas, com R$ 5,720 bilhões.

Caso a amostra considerasse os lucros do setor financeiro, da Vale e da Petrobras, além do prejuízo da Suzano, o resultado total no primeiro trimestre de 2021 seria de R$ 90,247 bilhões. O saldo é positivo em 242,5% ante o prejuízo de R$ 62,912 bilhões na comparação anual.

Quanto ao universo das empresas que mais lucraram no começo deste ano após a Vale, aparece o Bradesco (BBDC3), o Itaú (ITUB4) e a CSN (CSNA4), com R$ 6,153 bilhões, R$ 5,414 bilhões e R$ 5,240 bilhões, respectivamente.

“Entre as 20 empresas mais lucrativas, há cinco bancos e quatro de energia elétrica. Já os setores de alimentos e bebidas, mineração e siderurgia e metalurgia participam com duas empresas cada um. Os outros cinco setores aparecem com uma empresa cada”, explica Rivero.

Top 10 companhias com maior lucro no primeiro trimestre de 2021

Empresa
Lucro Liquido (em bilhões R$)
20202021
Vale0,98430,564
Bradesco3,3826,153
Itaú3,4015,414
CSN-1,3615,240
Banco do Brasil3,2054,226
Santander3,7742,816
Ambev1,0922,625
Braskem-3,6492,494
Gerdau0,2172,451
CSN Mineração0,4012,363

Na direção contrária, as empresas que tiveram os piores resultados foram Oi (OIBR3), Azul (AZUL4) e Suzano, com prejuízos de R$ 3,504 bilhões, R$ 2,787 bilhões e R$ 2,757 bilhões, respectivamente. “O setor de comércio tem cinco empresas na lista dos maiores prejuízos, já o setor de transporte e serviços tem quatro,” contabiliza Rivero.

Top 10 companhias com maior prejuízo no primeiro trimestre de 2021

Empresa
Lucro Liquido (em bilhões R$)
20202021
Oi-6,280-3,504
Azul-6,150-2,787
Suzano-13,423-2,757
Gol-2,288-2,528
Embraer-1,276-0,490
Paranapanema-0,570-0,402
PDG Realty-0,175-0,22
Hidrovias-0,127-0,183
Smart Fit-0,010-0,166
B2W-0,108-0,164

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos