ITUB4 R$ 24,76 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% MGLU3 R$ 14,56 +2,54% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% GGBR4 R$ 28,17 +0,21% ABEV3 R$ 15,53 -0,26% PETR4 R$ 29,60 -0,10% VALE3 R$ 80,68 +1,41%
ITUB4 R$ 24,76 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% MGLU3 R$ 14,56 +2,54% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% GGBR4 R$ 28,17 +0,21% ABEV3 R$ 15,53 -0,26% PETR4 R$ 29,60 -0,10% VALE3 R$ 80,68 +1,41%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: JBS (JBSS3), BRF (BRFS3) e B2W (BTOW3) são os destaques negativos do dia

Ibovespa fechou o pregão em alta de 0,35%, aos 98.657,65 pontos

Foto: Paulo Whitaker/Reuters
  • O principal índice da B3 subiu nesta segunda-feira (19) reagindo às declarações positivas sobre o cenário fiscal do País
  • As três ações que mais perderam no dia foram JBS (JBSS3), BRF (BRFS3) e B2W (BTOW3)

O Ibovespa hoje encerrou o pregão em alta de 0,35%, aos 98.657,65 pontos e com giro financeiro de R$ 26,5 bilhões. O principal índice da B3 subiu nesta segunda-feira (19) reagindo às declarações positivas sobre o cenário fiscal do País.

A indicação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que aceita a prorrogação do auxílio emergencial para 2021, desde que não fure o teto de gastos, e a retomada de imposto semelhante à CPMF na agenda do ministro da Economia, Paulo Guedes, foram capazes de descolar a bolsa brasileira da americana, que caiu diante da ausência de novidades efetivas sobre novos estímulos fiscais nos EUA. Dow Jones, Nasdaq e S&P 500 fecharam com baixas de 1,44%, 1,63% e 1,65%, respectivamente.

“As falas de Maia e Guedes foram positivas na medida em que reiteram o compromisso com o teto de gastos. Sabemos que a palavra final será de Bolsonaro e há pouca margem dentro do Orçamento, em termos de remanejamento, para que se viabilize o auxílio dentro do teto”, diz Daniel Herrera, analista da Toro Investimentos.

Apesar do desempenho positivo do índice, nem todos os papéis subiram. As três ações que registraram as maiores quedas do Ibovespa foram JBS (JBSS3), BRF (BRFS3) e B2W (BTOW3).

Confira o que afetou o desempenho desses três papéis:

JBS (JBSS3): -4,57%

Com desvalorização de 4,57%, as ações da empresa encerraram o pregão com o pior desempenho do dia, cotadas a R$ 22,14. O papel da companhia caiu em uma sessão de realização de lucros.

“As ações da JBS subiram quase 20% em três pregões, após o acordo da J&F nos EUA, então a movimentação de hoje é normal”, disse Rodrigo Brolo, head de agro da Criteria Investimentos, ao Broadcast.

No mês, as ações da empresa têm valorização de 7,11% e no ano desvalorização de 12,21%.

BRF (BRFS3): -3,10%

Com baixa de 3,10%, as ações da gigante de alimentos tiveram o segundo pior desempenho do dia e encerraram o pregão cotadas a R$ 18,15. O papel da companhia foi puxado para o campo negativo na sessão pela queda de JBSS3.

No mês, as ações da empresa têm desvalorização de 1,25% e no ano de 48,44%.

B2W (BTOW3): -3,05%

Com variação negativa de 3,05% no dia de hoje, as ações da empresa fecham o top 3 das maiores baixas do pregão, cotadas a R$ 90,16. Não há motivos que explicam a queda do papel nesta segunda (19).

No mês, as ações da empresa têm valorização de 0,20% e no ano de 43,91%.

*Com Estadão Conteúdo 

 

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos