EURO R$ 6,03 +0,09% MGLU3 R$ 7,22 +6,96% ITUB4 R$ 24,46 +0,49% BBDC4 R$ 22,28 +0,50% DÓLAR R$ 5,41 +0,00% ABEV3 R$ 15,40 +2,67% GGBR4 R$ 27,96 +0,29% PETR4 R$ 33,88 +0,03% IBOVESPA 112.611,65 pts +1,19% VALE3 R$ 84,49 +0,23%
EURO R$ 6,03 +0,09% MGLU3 R$ 7,22 +6,96% ITUB4 R$ 24,46 +0,49% BBDC4 R$ 22,28 +0,50% DÓLAR R$ 5,41 +0,00% ABEV3 R$ 15,40 +2,67% GGBR4 R$ 27,96 +0,29% PETR4 R$ 33,88 +0,03% IBOVESPA 112.611,65 pts +1,19% VALE3 R$ 84,49 +0,23%
Delay: 15 min
Mercado

Por que Qualicorp (QUAL3), BR Malls (BRML3) e Iguatemi (IGTA3) tiveram os piores desempenhos do dia na Bolsa

Veja as três ações que registraram as maiores quedas no dia

Fachada do prédio da Qualicorp no bairro da Bela Vista, São Paulo
Fachada do prédio da Qualicorp no bairro da Bela Vista, São Paulo. Foto: Alex Silva/Estadão
  • O Ibovespa encerrou o pregão com baixa de 0,02%, aos 104.289,57 pontos
  • O dia foi marcado pela escalada nas tensões entre os Estados Unidos e a China

O Ibovespa encerrou o pregão desta quarta-feira (22) em baixa de 0,02%, aos 104.289,57 pontos e com giro financeiro de R$ 28,5 bilhões.

O dia foi marcado pela escalada nas tensões entre os Estados Unidos e a China. Logo pela manhã, o governo americano elevou o fechamento do consulado da China em Houston e, em resposta, a China avalia fechar o consulado dos EUA em Wuhan.

O desconforto não afetou a bolsa brasileira, que ensaiou realização de lucros ao longo do dia, mas fechou o pregão com saldo morno. As três ações que registraram as maiores quedas no dia foram Qualicorp (QUAL3), BR Malls (BRML3) e Iguatemi (IGTA3).

Confira o que afetou o desempenho desses três papéis:

Qualicorp (QUAL3): -5,67%

Com desvalorização de 5,67%, as ações da empresa encerraram o pregão com o pior desempenho do dia, cotadas a R$ 28,12.

A queda nos papéis ainda reflete a prisão de José Seripieri Filho, fundador e ex-CEO da empresa, em uma etapa da operação Lava Jato deflagrada na terça-feira (21).

No mês, as ações da empresa tem desvalorização de 3,03% e no ano de 24,19%.

BR Malls (BRML3): -4,70%

Com baixa de 4,70%, as ações da empresa tiveram o segundo pior desempenho do dia e encerraram o pregão cotadas a R$ 10,95. A queda do papel no dia é consequência da piora nas perspectivas de retomada do setor de shoppings no País.

No mês, as ações da empresa tem valorização de 8,63% e no ano desvalorização de 39,37%.

Iguatemi (IGTA3): -4,11%

Com desvalorização de 4,11%, as ações do Iguatemi fecham o top 3 das maiores baixas do pregão, cotadas a R$ 35,25. Assim como no caso da BR Malls, o papel foi penalizado pelas dúvidas em relação ao futuro do segmento com a pandemia da covid-19.

No mês, a ação da empresa tem valorização de 5,70% e no ano desvalorização de 32,77%.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos