EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa na semana: Americanas (AMER3), Azul (AZUL4) e Hapvida (HAPV3) são os destaques negativos

Índice caiu 0,75% no período, passando de 111.941,68 pontos para 111.102,32 pontos

Ibovespa na semana: Americanas (AMER3), Azul (AZUL4) e Hapvida (HAPV3) são os destaques negativos
Fachada da Americanas. Foto: Renata Mello
  • O Ibovespa terminou em queda de 0,75% na semana, passando de 111.941,68 pontos para 111.102,32 pontos
  • As três ações que mais caíram na semana foram Americanas (AMER3), Azul (AZUL4) e Hapvida (HAPV3)

O Ibovespa terminou em queda de 0,75% na semana, passando de 111.941,68 pontos para 111.102,32 pontos. A depreciação do índice só não foi maior porque a semana foi marcada pela alta no preço das commodities.

Na segunda-feira (30), o destaque do dia, que pressionou a bolsa, foram as baixas dos papéis da Petrobras. A volatilidade foi agravada após o presidente Jair Bolsonaro (PL) indicar que o governo está buscando uma forma “legal e sem interferir” de reduzir o preço dos combustíveis.

Por outro lado, a notícia de que a cidade de Xangai, na China, reabriria suas atividades na quarta-feira (1) após um rigoroso lockdown – o que de fato aconteceu – beneficiou o Ibovespa nos três primeiros dias da semana.

Com a retomada, há a expectativa de que o governo do país coloque em prática um pacote de medidas para estimular a economia, aquecendo a demanda pelas commodities metálicas.

De acordo com Rafael Marques, CEO da Philos Invest, a bolsa brasileira permanece sensível ao mercado externo. Ele cita que, nesta sexta-feira (3), a divulgação de dados sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos, o Payroll, mostrou que a geração de vagas de emprego foi acima das estimativas, o que pode puxar a inflação por lá, deixando os investidores temerosos. Isso influenciou negativamente a bolsa brasileira.

Na segunda-feira (30) e na sexta (3), o principal índice de ações fechou em queda de 0,81% e 1,15%, respectivamente.

Por outro lado, na terça (31) e na quinta (2), o IBOV encerrou com altas de 0,29% e de 0,93%. Na quarta, o índice encerrou estável. O dólar e o euro fecharam em alta frente ao real nesta semana, encerrando o período cotados a R$ 4,778 e R$ 5,148, respectivamente.

As três ações que mais caíram na semana foram Americanas (AMER3), Azul (AZUL4) e Hapvida (HAPV3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Americanas (AMER3): -14,38%, R$ 18,40

Os papéis da Americanas recuaram 14,38%, cotados a R$ 18,40. Nesta sexta (3), a leitura do payroll (indicador de empregos dos Estados Unidos) pressionou ainda mais os papéis da varejistas, devido à expectativa de maior aperto monetário nos EUA, e a empresa liderou as quedas do setor.

As ações da AMER3 caem 8,46% em junho. No ano, recuam 40,41%.

Azul (AZUL4): -12,26%, R$ 18,40

O aumento do preço do petróleo e a alta do dólar pressionaram as ações das companhias aéreas. Os papéis AZUL4 caíram 12,26% na semana, cotados a R$ 18,40.

As ações caem 8,65% no mês e 24,51% no ano.

Hapvida (HAPV3): -11,33%, R$ 6,34

As ações da Hapvida foram penalizadas diante de trocas de posição por parte dos investidores e caíram 11,33%, cotados a R$ 6,34. No mês, eles depreciam 5,65% e, no ano, já perderam 38,92%.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos