Últimas notícias

Petrobras (PETR3;PETR4): ações caem após fala de Prates sobre dividendos

Presidente da estatal jogou um balde de água fria nos investidores que esperavam dividendos extraordinários

Petrobras (PETR3;PETR4): ações caem após fala de Prates sobre dividendos
Fachada da sede da Petrobras, no Rio. Foto: Wilton Junior/Estadão

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) operam em forte queda nesta quarta-feira (28), figurando entre as principais baixas do Ibovespa no dia. Às 15h24, os papéis ordinários (PETR3) cedem 4,43%, cotados a R$ 42,02, enquanto os preferenciais (PETR4) recuam 4,62%, a R$ 40,66. Por trás da forte queda, estão declarações do presidente da estatal, Jean Paul Prates.

Em entrevista à Bloomberg News, o executivo afirmou que a empresa deve ser mais cautelosa em relação à distribuição de dividendos bilionários, à medida em que busca se tornar uma potência em energia renovável. O plano é de que, em dez anos, cerca de metade da receita da companhia venha de fontes eólicas, solares e de combustíveis renováveis. Para tornar a mudança possível, a Petrobras está se preparando para fazer aquisições no setor já neste ano.

Quando questionado pela Bloomberg sobre um eventual pagamento de dividendos extraordinários pela petroleira, Prates desconversou. “Precisamos ser cautelosos. Os acionistas vão entender”, disse. “Eu seria mais conservador do que agressivo. Estamos no meio dessa grande decisão de nos tornarmos uma empresa de petróleo em transição”, complementou.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Durante a entrevista, o executivo também destacou que a empresa está pensando em investir em projetos eólicos e solares em terra firme no Brasil, antes de aplicar recursos em iniciativas de energia eólica offshore, cuja fonte de eletricidade é obtida através da força do vento em alto-mar. Além disso, a Petrobras está ampliando combustível à base vegetal para a aviação e o transporte marítimo.

Para analistas, as falas de Prates sobre os dividendos da empresa devem ser vistas de forma negativa. “Essa fala pegou o mercado de surpresa. A empresa é uma baita geradora de caixa, e no plano estratégico a Petrobras não dizia nada sobre possível impacto de dividendos anteriormente”, afirmou Rodrigo Moliterno, sócio fundador da Veedha Investimentos, ao Broadcast.

A percepção é a mesma do analista independente, Hulisses Dias, para quem as declarações de Prates “desanimam” os investidores que esperavam dividendos extraordinários maiores por parte da empresa. “O eventual direcionamento do fluxo de caixa para investimentos em energia renovável faz com que a ação caia baseado nos retornos menores no curto prazo que esses projetos apresentam”, explicou ao Broadcast.

A forte queda das ações da Petrobras levou o Ibovespa a aprofundar suas perdas. Às 15h24 desta quarta, o principal índice da B3 recua 1,14%, aos 130.183,24 pontos.

*Com informações do Broadcast 

Publicidade