EURO R$ 6,20 -1,64% MGLU3 R$ 6,35 +7,81% BBDC4 R$ 21,13 -1,12% DÓLAR R$ 5,47 -1,80% ABEV3 R$ 14,52 -0,41% IBOVESPA 108.173,53 pts +1,41% PETR4 R$ 31,52 -0,38% ITUB4 R$ 23,49 -0,63% VALE3 R$ 88,43 +2,46% GGBR4 R$ 29,21 +2,13%
EURO R$ 6,20 -1,64% MGLU3 R$ 6,35 +7,81% BBDC4 R$ 21,13 -1,12% DÓLAR R$ 5,47 -1,80% ABEV3 R$ 14,52 -0,41% IBOVESPA 108.173,53 pts +1,41% PETR4 R$ 31,52 -0,38% ITUB4 R$ 23,49 -0,63% VALE3 R$ 88,43 +2,46% GGBR4 R$ 29,21 +2,13%
Delay: 15 min

Investimento não é cassino

Fabrizio Gueratto tem 17 anos de experiência no mercado financeiro, é especialista em investimentos, professor de MBA em Finanças, palestrante, autor do livro “De Endividado a Bilionário” e criador do Canal 1Bilhão, com quase 20 milhões de visualizações no YouTube e audiência mensal de 3 milhões de views nas redes sociais.

Escreve às terças e quintas-feiras

Fabrizio Gueratto

Limite do Pix é resposta para a falta de limite dos golpes

Bandido, assim como o investidor, também avalia a relação risco x retorno

Pix. Foto: Leo Souza/Estadão
  • O limite de transferência via Pix de R$ 1 mil, entre 20h e 6h pegou muita gente de surpresa
  • Trata-se de uma tentativa do Banco Central de diminuir os golpes financeiros que ocorrem por meio do Pix
  • O Brasil é o país em que o crime freia a tecnologia

O limite de transferência via Pix de R$ 1 mil, entre 20h e 6h pegou muita gente de surpresa. Quem não mora em cidades perigosas como São Paulo e Rio de Janeiro não entende o que está acontecendo. Na verdade, é bem simples. Criminosos estão sequestrando pessoas, fazendo elas abrirem os aplicativos dos bancos e exigindo que transferências sejam feitas através do Pix para contas bancárias de membros da quadrilha. O Brasil é o País onde o crime freia a tecnologia. Basicamente é isso.

Por que os golpes envolvendo o Pix ocorrem?

O golpe do Pix só ocorre porque criminosos conseguem abrir contas nos bancos, seja com documentos falsos ou usam laranjas que emprestam as suas contas para receberem o dinheiro, ganham uma comissão e depois sacam o restante nos caixas eletrônicos.

A minha sugestão é bem simples. Se for comprovado que o titular da conta corrente permitiu conscientemente que a sua conta fosse usada para crimes, este CPF deve entrar em uma “blacklist” e nenhuma instituição financeira deve permitir que esta pessoa se torne correntista novamente. Simples assim. Os bancos podem recusar a abertura de conta.

O que vai mudar no Pix?

Entre as mudanças propostas pelo Banco Central, está a possibilidade das instituições financeiras bloquearem o crédito que acaba de entrar em uma determinada conta suspeita por até 72 horas, o compartilhamento de informações entre os bancos, de contas com problemas e a possibilidade de limitar o valor de transferência em qualquer horário.

O criminoso e o investidor

Assim como o investidor, o criminoso analisa também o risco x retorno. Vale a pena sequestrar uma pessoa, arriscar ser preso por sequestro, roubo e posse ilegal de arma de fogo e quem sabe, formação de quadrilha, para conseguir apenas R$ 1 mil?

Entretanto, se o golpe for online, seja por um WhatsApp clonado, ou se passando por um parente ou amigo da vítima, o crime muda. No Brasil, o crime de estelionato é sinônimo de impunidade. É exatamente por este motivo que as pirâmides financeiras se proliferam. O Pix nasceu seguro e continua sendo seguro. O que não é seguro é o nosso País. Eu não vou deixar de usar o Pix e acredito que você também não deveria. Acredite. Apesar de ser preciso passar por alguns ajustes, nada, nem ninguém irá parar o Pix.

Leia mais sobre o limite noturno do Pix aqui.

Assista ao vídeo exclusivo sobre as novas regras do Pix:

 

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos