Comportamento

Mulheres contam desafios e inspirações em carreira no mercado financeiro

Executivas de grandes empresas do setor contam suas histórias de coragem para alcançar postos de destaque

Mulheres contam desafios e inspirações em carreira no mercado financeiro
Participantes do "Painel Mercado financeiro com propósito: como criar uma carreira de impacto".
  • As mulheres destacaram a importância da coragem na escolha do curso de graduação e ajustes de percurso para alcançar postos
  • As participantes discutiram sobre como criar uma carreira de impacto no mercado financeiro com propósito e como suas escolhas profissionais influenciam as pessoas ao seu redor
  • As histórias de vida das líderes femininas mostram como as avaliações sobre o que se quer e o que se construiu podem levar a mudanças na carreira

Uma conversa entre grandes mulheres do mercado financeiro marcou mais um dia da quarta edição do Young Women Summit. Como parte da programação do evento focado em promover a inclusão de mulheres, o painel “Mercado Financeiro com Propósito: Como Criar uma Carreira de Impacto” proporcionou grandes aprendizados a partir dos relatos sobre a trajetória das participantes.

Participaram do painel a diretora da BlackRock, Paula Salamonde, a diretora financeira (CFO) da Petz, Aline Penna, a sócia e head de Produtos da Jive Investiments, Camila Detomi e a cofundadora e CEO da Fin4She, que atuou como moderadora da conversa.

As diferentes jornadas e posições se encontram em detalhes do relato sobre a construção de suas carreiras. Vindas de gerações que não tinham mulheres de referência no mercado financeiro, precisaram de coragem desde a escolha do curso de graduação até os ajustes de percurso para alcançar postos de destaque.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

A diretora da BlackRock, Paula Salamonde, estudou economia acreditando que se tornaria professora. Após a conclusão do mestrado, repensou e entrou para o mercado financeiro após entrar em uma empresa da Califórnia recém-chegada ao Brasil. Foram 22 anos na mesma companhia. Ao observar que já havia alcançado tudo o que podia, ainda que feliz, pediu demissão.

“Precisava de algo que me inspirasse mais. Estou de volta em uma posição que instiga, me preenche”, diz sobre o retorno ao mercado financeiro com sua posição na BlackRock. “Tenho um propósito para mim, porque é um trabalho que me inspira. Mas também para as pessoas ao meu redor”, diz, sobre o poder de influenciar desde familiares a outras mulheres.

A CFO da Petz, Aline Penna, conta que quando entrou na faculdade de administração tinha certeza que queria trabalhar com banco. Após passagens bem sucedidas em diferentes cargos no HSBC, desde venda de empresas à gestão de investimentos, decidiu participar da administração de grandes companhias, primeiro na Arezzo e mais tarde, na Petz. “O que pareceu ser um zigue zague fez sentido quando eu embalei tudo isso”, considera.

A sócia e head de Produtos da Jive Investments, Camila Detomi, contou que o fator determinante para trocar de lado no balcão dos investimentos se deve às avaliações sobre o que queria e o que já havia construído em cada momento da carreira. “Era o momento de entrar em outro negócio. Chega em um ponto em que você quer trabalhar com pessoas que pensam alinhado com o que você acredita”, exemplifica sobre os motivos que possibilitaram as mudanças.

Evento

O evento pensado para discutir os desafios e a presença das mulheres no mercado financeiro, organizado pelo E-investidor, Fin4She e a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), tem programação até o final do mês. Confira a agenda completa aqui. 

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos