Educação Financeira

Desenrola do Fies: prazo para negociar dívida se aproxima do fim. Como aderir?

O programa disponibiliza descontos que podem chegar até 99% de abatimento no valor consolidado da dívida

Desenrola do Fies: prazo para negociar dívida se aproxima do fim. Como aderir?
Veja como funciona o Desenrola do Fies. Foto: Envato Elements

O Desenrola do Fies, programa do governo federal que oferece descontos na renegociação das dívidas junto ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), está próximo de terminar. Os estudantes brasileiros têm até o dia 31 de maio para participar da iniciativa e quitar os seus débitos com condições especiais.

Lançado em novembro de 2023, o programa já beneficiou 283.577 pessoas, segundo dados levantados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na segunda-feira (13). Até o momento, já foram renegociados mais de R$ 12,92 bilhões em dívidas, com um retorno de aproximadamente R$ 537,6 milhões aos cofres públicos, apenas com o pagamento da parcela de entrada.

O Desenrola do Fies disponibiliza descontos que podem chegar até 99% de abatimento no valor consolidado da dívida e até 100% nos juros, dependendo de cada caso. Pedidos de renegociação ou simulação devem ser feitos ao Banco do Brasil ou à Caixa Econômica Federal. Lembrando que as renegociações são referentes aos contratos firmados até 2017 com inadimplência até 30 de junho de 2023.

Entenda como funciona a renegociação de dívidas

As condições variam a depender do tempo das dívidas. Para débitos vencidos e não pagos por mais de 90 dias, na data de 30 de junho de 2023, o desconto é de até 100% sobre encargos (juros e multas) e de 12% sobre o valor financiado pendente para pagamento à vista. Outra alternativa é o parcelamento em até 150 vezes mensais e sucessivas do valor pendente, com desconto de 100% dos encargos.

Publicidade

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Já para os estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, na data de 30 de junho de 2023, que estejam inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial em 2021, há desconto de 92% do valor consolidado da dívida, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais. Caso a data da última prestação prevista em contrato esteja em atraso superior há 5 anos, é possível que o desconto chegue a 99% sobre o valor total da dívida.

Enquanto isso, os estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, em 30 de junho de 2023, que não estão no CadÚnico nem receberam o Auxílio Emergencial em 2021, têm desconto de até 77% do valor consolidado da dívida, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

Como renegociar a dívida do Fies com o Banco do Brasil?

A adesão ao programa poderá ser efetivada pelo aplicativo do Banco do Brasil ou presencialmente nas agências de atendimento. Quem preferir realizar de forma on-line, deve acessar o app da instituição, ir em “ Solução de dívidas”, depois em “Renegociação FIES” e “Renegociar parcelas”. Em seguida, será possível analisar e simular as condições de parcelamento antes de fazer a escolha desejada. Por fim, basta assinar eletronicamente o termo e efetuar o pagamento do boleto de entrada.

Uma vez formalizada a renegociação, com o pagamento da parcela de entrada, o estudante não pode mais cancelar a negociação ou optar por outra forma de parcelamento, mesmo antes do vencimento da próxima prestação.

E com a Caixa Econômica Federal?

Ao renegociar com a Caixa Econômica, há três alternativas: ir diretamente a uma agência de atendimento, acessar o aplicativo Fies Caixa ou realizar o procedimento pelo portal SIFESWEB.

Quem opta pelo app Fies Caixa, deve realizar o login na plataforma e selecionar a opção ‘Renegociação 2023″, que apresentará as opções de renegociação disponíveis para o contrato do estudante. O aluno deve então selecionar a alternativa desejada, confirmar os dados cadastrais apresentados na tela e assinar um Termo de Adesão. Em seguida, será possível emitir o boleto de entrada.

Já pelo portal SIFESWEB, o usuário deve acessar o menu “Contrato FIES”, depois ir em “Renegociação” e “Renegociação 2023”. Depois, será necessário escolher uma das opções de pagamento entre as apresentadas para o contrato e confirmar os dados cadastrais. O sistema irá então apresentar o Termo de Adesão que, após ser confirmado, permitirá a emissão do boleto de entrada.

Publicidade