EURO R$ 6,24 -0,01% MGLU3 R$ 23,77 +2,02% DÓLAR R$ 5,14 +0,05% ITUB4 R$ 30,30 +1,13% BBDC4 R$ 25,75 +0,66% ABEV3 R$ 14,76 +0,41% GGBR4 R$ 22,95 +2,09% PETR4 R$ 27,42 +2,93% VALE3 R$ 82,06 +3,93% IBOVESPA 113.604,13 pts +1,17%
EURO R$ 6,24 -0,01% MGLU3 R$ 23,77 +2,02% DÓLAR R$ 5,14 +0,05% ITUB4 R$ 30,30 +1,13% BBDC4 R$ 25,75 +0,66% ABEV3 R$ 14,76 +0,41% GGBR4 R$ 22,95 +2,09% PETR4 R$ 27,42 +2,93% VALE3 R$ 82,06 +3,93% IBOVESPA 113.604,13 pts +1,17%
Delay: 15 min
Notícias

Saiba como escolher uma corretora de valores

O investidor deve avaliar produtos e serviços oferecidos: home broker (plataforma de investimento), a reputação da companhia, suas taxas, seus registros e certificações e o atendimento ao cliente

Investidor deve considerar uma série de aspectos antes de escolher uma corretora (Daniel Teixeira/Estadão)
  • Corretoras têm muitas diferenças entre si; cabe ao investidor escolher a mais vantajosa para ele
  • Quanto mais ativos a corretora disponibilizar, melhor
  • Os investimentos também podem ser feitos através dos bancos tradicionais, mas nem sempre isso é o mais vantajoso

Quem é um investidor novato pode até não saber, mas escolher uma corretora de valores para começar a investir é tão importante quanto decidir em qual produto seu dinheiro será aplicado. Afinal, essas instituições são a ponte entre o investidor e o mercado de capitais. Dessa forma, apesar de os produtos oferecidos por elas serem praticamente os mesmos, as corretoras têm muitas diferenças entre si e cabe ao investidor escolher a que será mais vantajosa para ele.

Para isso, ele deve considerar uma série de aspectos dessas empresas antes de decidir em qual direcionar o seu dinheiro para garantir uma maior eficiência e segurança em seus investimentos. Entre os principais tópicos para serem avaliados estão os produtos e serviços oferecidos, o home broker (plataforma de investimento), a reputação da companhia, suas taxas, seus registros e certificações e o atendimento ao cliente.

Vale ressaltar também que os investimentos também podem ser realizados através dos bancos tradicionais, mas nem sempre isso pode ser vantajoso para o investidor. Isso acontece, pois enquanto as corretoras estão focadas exclusivamente em investimentos, os bancos contam com outras atividades, como abertura de contas, liberação de empréstimos e financiamentos.

Veja abaixo, em cada tópico, o que avaliar da corretora:

Produtos e serviços

Em relação aos produtos, o investidor tem que ter uma coisa bem clara na cabeça: quanto mais ativos a corretora disponibilizar, melhor. Afinal, a diversificação da carteira é muito importante e, dependendo do contexto do mercado e de vida, seu portfólio pode demandar diferentes investimentos. Assim, escolher a corretora que apresenta uma grande gama de produtos é o ideal, pois se seus planos mudarem não será necessário procurar uma outra instituição para atender sua nova exigência de investimentos.

Já em relação aos serviços, vale ressaltar que elas podem oferecer serviços diferentes para o mesmo produto. Assim, o investidor deve buscar a corretora que atenda suas às suas principais necessidades. Ou seja, se o investidor desejar ter relatórios e análises do mercado diariamente, deve buscar uma que ofereça o serviço, se precisar de ordens de compra e venda de ações, ele deve buscar uma que ofereça este apoio, se desejar uma que administre sua carteira, ele deve buscar uma instituição que atenda essa demanda e assim por diante. Logo, é necessário que o investidor saiba os serviços essenciais em seus investimentos para escolher a corretora certa.

Home broker

O home broker é a plataforma online de investimento que as corretoras oferecem para seus clientes e é um dos principais tópicos que o investidor deve analisar antes de escolher por onde vai investir. Afinal, é nela que as operações são realizadas e cada instituição possui sua própria. Então, o investidor deve escolher aquela em que se sinta mais confortável e consiga achar todas suas funções de forma intuitiva.

Além da plataforma online, muitas corretoras também oferecem ela em forma de aplicativo de celular para facilitar o acesso aos investimentos. Dessa forma, para o investidor que deseja ter acesso a plataforma mesmo longe do computador, ele também deve testar os aplicativos antes de decidir a instituição.

Carteiras recomendadas

Aplicar em renda variável não é uma tarefa fácil, principalmente para aqueles que são iniciantes ou não possuem tempo para analisar com calma as ações que deseja incluir em seu portfólio. Por isso, é importante buscar por corretoras que oferecem carteiras recomendadas para seus produtos de interesse.

Por exemplo, há corretoras que oferecem apenas uma carteira recomendada para ações. Enquanto isso, há outras que oferecem uma para cada perfil de investidor e também para diferentes produtos e estratégicas, como carteiras para Fundos Imobiliários (FIIs), BDRs, empresas ESG e ações boas pagadoras de dividendos.

Além de buscar saber quais carteiras oferece, é importante estar atento a rentabilidade das mesmas. Afinal, não adianta em nada um corretor oferecer o serviço, mas as carteiras terem um desempenho ruim.

Então, o investidor deve buscar a corretora que tem as carteiras recomendadas com bom desempenho e que sejam para os produtos que a pessoa deseja investir.

Reputação

Assim como em muitos mercados, a reputação é um fator muito importante quando o assunto é investimentos. Então, antes de escolher a corretora é fundamental pesquisar bastante sobre ela e até conversar com pessoas que são clientes da instituição. Um fator que se destaca na avaliação das corretoras se existem casos recorrentes de conflito de interesses.

Muitas vezes, com a intenção de alcançar os objetivos internos, algumas corretoras dão preferência para um ativo e o indicam para seus clientes, mesmo que ele não seja o mais recomendável para ele no momento. Então, é fundamental ficar de olho na reputação da empresa para não correr o risco de não alcançar o êxito esperado nos investimentos.

Taxas cobradas

Diferente de alguns bancos, não existem corretoras livres de taxas, pois há um custo sobre qualquer transação de investimento. Dessa forma, para não comprometer a rentabilidade de suas aplicações, o investidor deve ficar atento às taxas cobradas tanto para recuperar os investimentos como pela administração do ativo.

  • Taxa de custódia: É um custo pela guarda da aplicação que pode ser cobrado mensalmente, mas há corretoras que isentam seus clientes dependendo do tipo do produto.
  • Taxa para home broker ou mesa de operações: É um custo que é cobrado quando o cliente faz operações no plataforma ou dá ordens de compra e venda para mesa de operações da corretora.
  • Taxa de corretagem: É um custo pela intermediação das transações que pode ser cobrado por uma taxa fixa ou por operação.
  • Emolumentos: É um custo sobre a negociação e liquidação dos ativos
  • Impostos: Toda prestação de serviço por corretoras é abatido um custo do Imposto de Serviços (ISS)

Registros e certificações

Para uma corretora poder operar no mercado, ela deve ser registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Então, esse é o ponto de partida a ser verificado das instituições. Através do site da CVM é possível consultar as corretoras regularizadas a atuar no segmento.

Além deste registro, o investidor também deve checar se a instituição possui a certificação da B3 do Programa de Qualificação Operacional (PQO). Disponível para consulta no site da instituição, o PQO foi desenvolvido com base em indicadores de qualidade da B3. Além disso, é possível encontrar no portal produtos financeiros oferecido por cada corretora certificada e o perfil de seus clientes.

Atendimento ao cliente

Para quem é um investidor iniciante, esse é um dos tópicos que mais pode fazer diferença para alcançar seus objetivos com as aplicações. Afinal, são os atendentes que iram socorrer o cliente em possíveis problemas que podem ocorrer. Assim, o investidor deve procurar uma corretora que apresente diversas formas de atendimento ao cliente e com profissionais ágeis e didáticos na solução dos problemas.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos