Mercado

O investidor de Eletrobras (ELET3) está blindado de riscos políticos?

As investidas do governo contra Petrobras e Vale trazem dúvidas se Eletrobras será o próximo alvo do Planalto

O investidor de Eletrobras (ELET3) está blindado de riscos políticos?
O processo de privatização da Eletrobras chegou ao fim no dia 13 de junho de 2022. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
  • Desde o fim da última semana, as ações da Petrobras derretem com a decisão do governo em não distribuir dividendos extraordinários
  • O mercado também fica atento às tentativas de interferência do governo no processo de sucessão da Vale (VALE3) que ganhou novo capítulo com demissão de conselheiro
  • Os episódios que acontecem concomitantemente trazem dúvidas sobre a capacidade das ações da Eletrobras se blindarem de ruídos políticos após quase dois anos de privatização

As investidas do governo sobre a Petrobras (PETR3/PETR4) e Vale (VALE3) movimentaram os últimos pregões da Bolsa de valores brasileira. Desde o fim da semana passada, os papéis das companhias de maiores pesos do Ibovespa acumulam perdas de até 12% diante dos riscos de ingerência política envolvendo as duas empresas.

O temor veio à tona com a ausência de pagamento de dividendos extraordinários da estatal e com a permanência de Eduardo Bartolomeo no cargo de CEO da Vale até o fim do ano, após pressões políticas.

Os recentes episódios que ocorreram quase concomitantemente trouxeram dúvidas se as ações da Eletrobras (ELET3) estão blindadas. Mesmo privatizada há quase dois anos, o governo federal ainda é responsável por 32,95% das ações da companhia, segundo dados da Economatica. Se levarmos em consideração a posição de 3,68% do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a participação governamental fica próximo aos 40%. No entanto, as regras do novo estatuto da Eletrobras reduziram o poder político da União nas decisões da empresa para 10%.

Caso haja uma intenção de aumentar sua posição na empresa a ponto de resgatar o controle estatal, o governo teria que desembolsar um valor equivalente a R$ 100 bilhões para conseguir ter mais da metade das ações “em mãos”, de acordo com estimativas da Ativa Investimentos. Isso porque o atual estatuto estabelece que qualquer comprador interessado em elevar a sua participação acima de 50% deve pagar um prêmio de 200% sobre a maior cotação do papel nos últimos 504 pregões.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

As dificuldades não blindam por completo as ações da Eletrobras de ruídos políticos. Em fevereiro do ano passado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) iria entrar na Justiça contra as cláusulas do processo de privatização da empresa. A declaração impactou os papéis da companhia na Bolsa. As ações ordinárias e as preferenciais da Eletrobras encerraram o pregão do dia 7 de fevereiro com quedas de e 4,11% e 3,70%, respectivamente.

A insatisfação do presidente da República com a privatização também esteve presente nos seus discursos de campanha durante as eleições presidenciais em 2022. Na época, quando ainda era candidato, Lula ressaltou a necessidade do governo em recuperar o status da companhia como “patrimônio do povo”. Mais de um ano após esses episódios, o medo pode voltar à tona com as recentes investidas do governo contra a Petrobras e Vale.

“O governo tem ainda espaço para retomar a sua influência na Eletrobras (ELET3). A companhia possui um alcance estadual e nacional muito maior do que a Vale”, afirma Flavio Conde, head de renda variável da Levante. A grande dúvida do mercado é entender a capacidade do Executivo em conseguir reverter a situação a seu favor. Por enquanto, essa perspectiva permanece baixa e fora do cenário base dos analistas.

Desde a privatização da companhia, as ações subiram cerca de 9,84%, segundo dados da Elos Ayta Consultoria. Os ganhos deveriam ser ainda maiores se não fossem pelas ameaças da União em reverter o status da empresa. Victor Bueno, sócio e analista de ações da Nord Research, que o início do governo Lula foi responsável pela depreciação de 40% do papel nos três primeiros meses de 2023. “Então, o governo ainda mantém uma certa influência, mas os ruídos não impactam nas operações nem nos resultados da empresa, pelo menos no curto e médio prazo”, afirma Bueno.

Veja a performance das ações da Eletrobras, Petrobras e Vale 

Ações Retorno desde o dia 7 de março Retorno desde a privatização da Eletrobras
Eletrobras (ELET6) 0,95% 9,84%
Eletrobras (ELET3) 1,38% 28,58%
Petrobras (PETR4) -9,43% 97,41%
Petrobras (PETR3) -8,84% 127,78%
Vale (VALE3) -4,45% -11,09%
Fonte: Einar Rivero, CEO da Elos Ayta Consultoria

Qual é a recomendação?

A possibilidade da Eletrobras entrar em cena com tentativas do governo interferir na gestão existe, mas ainda não é o suficiente para retirar a atratividade da Eletrobras. Para Ruy Hungria, analista da Empiricus Research, as ações seguem com desconto na bolsa de valores diante da capacidade de melhora operacional após a privatização, o que sustenta a recomendação de compra do papel. “A empresa possui uma boa capacidade de pagar dividendos no futuro”, diz.

Conde, da Levane, avalia que a oportunidade vai depender da perspectiva de investimento. Se o foco for em retornos de médio e longo prazo, a companhia se mantém atrativa diante das expectativas de avanço da eficiência da empresa. Já no curto prazo, é preciso ficar atento aos riscos políticos. “Ninguém esperava o presidente Lula tentar colocar Guido Mantega na presidência da Vale ou interferir na distribuição de dividendos da Petrobras”, afirma o head de renda variável. Já a Genial mantém recomendação de compra para Eletrobras e com preço-alvo de R$ 47,50.

  • Eletrobras reverte prejuízo e apresenta lucro 4TRI23; veja quanto

Web Stories

Ver tudo
<
Como identificar uma nota falsa?
Quanto custa comer na melhor pizzaria da América Latina, que fica em SP?
D.O.M: saiba quanto custa comer em um dos 100 melhores restaurantes da América Latina
Como receber pensão vitalícia na união estável?
Quanto Madonna já ganhou na loteria?
Quanto custa comer no 2º restaurante mais caro do mundo? Descubra
Golpes eletrônicos: confira 7 golpes digitais para roubar o seu dinheiro
Ataque cibernético: relembre 7 sabotagens que afetaram o mercado financeiro
Como investir em IA para ganhar dinheiro?
5 passos para planejar a independência financeira dos seus filhos
Como identificar as notas antigas do real que saíram de circulação?
Reforma tributária: quais alimentos terão imposto zerado ou reduzido? Confira lista
>

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos