DÓLAR R$ 5,23 +0,00% MGLU3 R$ 19,79 +1,70% EURO R$ 6,37 +0,00% BBDC4 R$ 24,07 +0,46% ITUB4 R$ 27,65 +1,28% IBOVESPA 122.038,11 pts +1,77% PETR4 R$ 24,29 +3,36% ABEV3 R$ 16,26 +0,49% GGBR4 R$ 36,40 +1,05% VALE3 R$ 115,49 +0,38%
DÓLAR R$ 5,23 +0,00% MGLU3 R$ 19,79 +1,70% EURO R$ 6,37 +0,00% BBDC4 R$ 24,07 +0,46% ITUB4 R$ 27,65 +1,28% IBOVESPA 122.038,11 pts +1,77% PETR4 R$ 24,29 +3,36% ABEV3 R$ 16,26 +0,49% GGBR4 R$ 36,40 +1,05% VALE3 R$ 115,49 +0,38%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa agora: Ibovespa fecha acima de 98 mil pontos pela 1ª vez desde setembro

O que acontece de mais importante no mercado financeiro hoje você encontra aqui

Foto: Divulgação/Envato

(Reuters) – O Ibovespa fechou acima dos 98 mil pontos nesta terça-feira pela primeira vez desde meados de setembro, com os papéis do Magazine Luiza entre as maiores contribuições positivas e tendo renovado cotação recorde antes de novo desdobramento das ações.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,14%, a 98.593,36 pontos, segundo dados preliminares. A última vez que havia fechado acima dos 98 mil pontos foi em 18 de setembro, a 98.289,71 pontos.

O volume financeiro somava 23,4 bilhões de reais, contra média diária em 2020 de cerca de 29 bilhões.

Atualizado às 17h14

Por cautela externa, Dólar fecha em alta de 0,98%, a R$5,58


(Reuters) – O dólar fechou em alta contra o real nesta terça-feira, com investidores locais retornando de um feriado e repercutindo a força global da divisa norte-americana, em meio a receios sobre os rumos da pandemia no mundo e seus impactos sobre a economia global.

O dólar à vista subiu 0,98%, a 5,5811 reais na venda. A cotação oscilou entre alta de 1,81% (a 5,627 reais) e variação negativa de 0,07% (para 5,5229 reais).

Atualizado às 17h11

Países recorrem a teste rápido para conter 2ª onda de covid

(Reuters) – Países que estão com dificuldade para conter uma segunda onda de covid-19 estão apelando para exames mais rápidos e baratos, mas menos precisos, para evitar os atrasos e a escassez que vêm prejudicando os esforços para diagnosticar e rastrear os infectados rapidamente. A Alemanha, onde as infecções aumentaram 4.122 nesta terça-feira e chegaram a 329.453, garantiu 9 milhões dos chamados exames de antígeno, que dão resultados em questão de minutos e custam cerca de 5,90 dólares cada, por mês – o que, em tese, cobriria mais de 10% de sua população.

Os Estados Unidos e o Canadá também estão comprando milhões de exames, assim como a Itália, cuja licitação recente para 5 milhões de exames atraiu ofertas de 35 empresas.

O Instituto Robert Koch (RKI) alemão agora recomenda exames de antígeno para complementar os exames existentes de PCR, que se tornaram o padrão para se detectar infecções ativas, mas que também se tornaram escassos porque a pandemia sobrecarregou os laboratórios e reduziu a capacidade produtiva dos fabricantes. Os exames de PCR detectam material genético no vírus, enquanto os de antígeno detectam proteínas na superfície do vírus, mas os dois são concebidos para captar infecções ativas.

Atualizado às 16h01

China amplia importação de minério de ferro do Brasil

(Reuters) – As importações de minério de ferro pela China aumentaram em setembro graças a uma combinação de aumento na oferta das principais mineradoras e redução do congestionamento dos portos, e os próximos meses apontam para uma sólida oferta dos principais fornecedores do país, Brasil e Austrália.

Os embarques de minério de ferro em setembro aumentaram 8,2% em relação ao mês anterior e 9,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior, para 108,55 milhões de toneladas, segundo dados oficiais da autoridade alfandegária da China nesta terça-feira.

O apetite da China por minério de ferro, um ingrediente chave da siderurgia, permaneceu forte apesar da pandemia do coronavírus. O maior comprador mundial importou 868,46 milhões de toneladas de minério de ferro entre janeiro e setembro, um aumento de 10,8% em relação ao mesmo período de 2019, segundo dados do General Administração das Alfândegas.

Atualizado às 14h52

Leia também: Do petróleo ao minério de ferro, como será o segundo semestre das commodities

 

Rede D’Or pretende crescer leitos em 80% após IPO

(Reuters) – A Rede D’Or São Luiz, maior grupo hospitalar privado do país, pretende ampliar a oferta de leitos de sua rede em cerca de 80% nos próximos cinco anos, informou a companhia em seu pedido de oferta inicial de ações (IPO) nesta terça-feira.

“A companhia pretende incrementar sua capacidade operacional em mais de 5,2 mil novos leitos até o fim de 2025, além da possibilidade de expansão em hospitais em mais de 1,7 mil leitos”, diz trecho do documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

No fim de setembro, a Rede D’Or tinha 8.505 leitos totais, sendo 6,9 mil operacionais, distribuídos em 51 hospitais próprios, um sob administração e 32 projetos em desenvolvimento.

O muito aguardado IPO da Rede D’Or será coordenado por Bank America, BTG Pactual, JPMorgan, Bradesco BBI, XP, BB-Banco de Investimento, Citi, Credit Suisse, Safra e Santander Brasil.

A companhia informou no documento que teve receita líquida de 9,86 bilhões de reais de janeiro a setembro, praticamente estável em relação a igual período de 2019. Mas os impactos da Covid-19 fizeram a margem Ebitda cair de 26,6% para 14,8%.

A empresa anunciou na noite da última sexta-feira que havia pedido registro para IPO.

Leia também: IRB Brasil (IRBR3) despencou com relatório: Por que recomendações pesam tanto sobre os papéis?

 

Ibovespa agora: Bolsa sobe impulsionada por e-commerce

(Reuters) – O Ibovespa avançava nesta terça-feira, com papéis de varejistas associadas ao ecommerce entre as maiores altas, em meio a um ambiente sem viés claro no exterior, onde a cena corporativa e notícias ligadas à pandemia ocupam as atenções. Às 11:38, o Ibovespa subia 0,28%, a 97.752,57 pontos. Na máxima até o momento, chegou a 98.135,53 pontos. O volume financeiro era de 6,375 bilhões de reais.

A volta do fim de semana prolongado era marcada por ajustes ao movimento dos ADRs brasileiros na véspera, quando não houve negociação na B3 por feriado no país; e mirando os vencimentos de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro na quarta-feira.

Na visão da equipe do BTG Pactual, mesmo com o ano de 2020 já entrando para a história do mercado de capitais por causa do recorde de ofertas de ações, incertezas elevadas devem continuar exercendo pressão nos ativos mais sensíveis.

Atualizado às 12h13

Leia também: Como a explosão digital na pandemia revoluciona o setor financeiro no mundo todo

 

Anvisa confirma suspensão de teste com vacina da Johnson & Johnson no Brasil

(Reuters) – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou nesta terça-feira que foi comunicada pela farmacêutica Janssen-Cilag, unidade da Johnson & Johnson, sobre a suspensão dos testes com uma potencial vacina contra a covid-19, também sendo estudada no Brasil, devido a um efeito adverso em um voluntário no exterior.

“Maiores detalhes sobre o evento e o estado de saúde do voluntário permanecem em sigilo. O estudo continuará interrompido até que haja investigação de causalidade por parte do Comitê Independente de Segurança, como parte dos procedimentos de Boas Práticas Clínicas”, informou a Anvisa em nota.

Leia mais sobre o assunto aqui.

Atualizado às 12h13

 

Ibovespa à vista adota viés positivo na abertura

(Reuters) – A bolsa paulista adotava um viés positivo nos primeiros negócios desta terça-feira, na volta de fim de semana prolongado por feriado no país na véspera, em meio a ajustes a altas de papéis brasileiros negociados em Nova York na segunda-feira.

Às 10:11, o Ibovespa subia 0,08 %, a 97.563,3 pontos.

Atualizado às 10h30

Leia também: Entenda as críticas da Totvs (TOTS3) sobre a aprovação de compra da Linx (LINX3) pela Stone

 

Petrobras prepara nova emissão de títulos e anuncia oferta de recompra

(Reuters) – A Petrobras anunciou que sua subsidiária integral Petrobras Global Finance pretende reabrir os títulos PGF 5,60% Global Notes com vencimento em janeiro de 2031 para uma nova emissão, segundo comunicado nesta terça-feira. A operação estará “sujeita às condições de mercado”, acrescentou a estatal, ao afirmar que os títulos adicionais serão emitidos com garantia total e incondicional da Petrobras.

A companhia também anunciou o início de uma oferta de recompra de títulos pela subsidiária PGF. A operação estará limitada a um montante total dispendido de 2 bilhões de dólares, segundo o comunicado. A oferta de recomprar irá expirar às 17 horas de 18 de outubro e será conduzida por BofA, Deutsche Bank, HSBC, Itau BBA USA, J.P. Morgan, Santander Investment Securities e Scotia Capital.

Atualizado às 10h28

Leia também: Entenda se a Petrobras vai virar ‘máquina de dividendos’, como diz o BTG

 

Tesouro e BC podem dar fôlego em meio à cautela com vacina

(Estadão Conteúdo) – O Brasil volta do feriado em meio ao exterior a todo vapor, com a largada da temporada de balanços trimestrais nos Estados Unidos. Há cautela ainda após a Johnson & Johnson ter paralisado seus testes para uma vacina contra a covid-19 por causa de uma doença inexplicada em um dos voluntários.

Como contraponto à cautela externa, o mercado brasileiro pode mostrar algum fôlego nesta terça-feira pós-feriado, reagindo aos anúncios de mudanças nas ofertas de títulos públicos e operações compromissados pelo Tesouro e pelo Banco Central, na sexta-feira.

Ontem os iShares MSCI Brazil (EWZ), principal fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) brasileiro na Bolsa de Nova York subiu 1,24% e os ADRs de Petrobras, Vale e Itaú também se valorizaram. A temporada de balanços no Brasil começa na quinta-feira, com a CSN. Na Política, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu no domingo que a reforma administrativa não vai ser votada neste ano pela Casa, o que também pode limitar uma melhora dos mercados locais.

Atualizado às 08h54

Leia também: IRB Brasil (IRBR3) despencou com relatório: Por que recomendações pesam tanto sobre os papéis?

 

IPCA para 2020 sobe para 2,47%

(Estadão Conteúdo) – Os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA – o índice oficial de preços – em 2020. O Relatório de Mercado Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central, mostra que a mediana para o IPCA neste ano foi de alta de 2,12% para 2,47%. Há um mês, estava em 1,94%. A projeção para o índice em 2021 foi de 3,00% para 3,02%. Quatro semanas atrás, estava em 3,01%.

O relatório Focus trouxe ainda a projeção para o IPCA em 2022, que seguiu em 3,50%. No caso de 2023, a expectativa permaneceu em 3,25%. Há quatro semanas, essas projeções também eram de 3,50% e 3,25%, nesta ordem.

Atualizado às 08h50

Leia também: Saiba onde investir com o IPCA em alta

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos