DÓLAR R$ 5,61 +0,00% BBDC4 R$ 20,27 -0,73% EURO R$ 6,34 +0,09% MGLU3 R$ 8,04 -0,25% ITUB4 R$ 22,66 -0,66% PETR4 R$ 29,47 +3,51% ABEV3 R$ 16,34 -2,10% GGBR4 R$ 25,80 +0,98% IBOVESPA 102.814,03 pts +0,58% VALE3 R$ 69,50 +1,25%
DÓLAR R$ 5,61 +0,00% BBDC4 R$ 20,27 -0,73% EURO R$ 6,34 +0,09% MGLU3 R$ 8,04 -0,25% ITUB4 R$ 22,66 -0,66% PETR4 R$ 29,47 +3,51% ABEV3 R$ 16,34 -2,10% GGBR4 R$ 25,80 +0,98% IBOVESPA 102.814,03 pts +0,58% VALE3 R$ 69,50 +1,25%
Delay: 15 min
Mercado

A lista das 10 maiores pagadoras de dividendos e JCP de 2021

Saiba quais empresas se destacaram na distribuição de proventos aos investidores

dividendos, ações, mercado financeiro
Foto: Evanto Elements
  • O indicador DYT mede o retorno que os proventos tiveram no período em relação ao preço dos papéis
  • Nos últimos oito meses, a Unipar Carbocloro (UNIP6) ocupou o posto de maior pagadora de dividendos e JCP, com um Dividend Yield Total (DYT) de 14,14%
  • O levantamento foi feito pela Economatica Brasil, com empresas cujos papéis tenham liquidez superior a cinco milhões, participantes ou não do Ibovespa

Todo ano é marcado por datas especiais em que muitos investidores acordam com um sorriso no rosto e a carteira um pouco mais recheada. Esses são os dias em que dividendos e juros sobre capital próprio (JCP), parte do lucro de empresas listadas na Bolsa, são distribuídos à base acionária.

Na prática, quanto mais ações de uma companhia o acionista detém, mais consegue engordar o recebimento deste tipo de ‘renda passiva’.

Nos últimos oito meses, por exemplo, a Unipar Carbocloro (UNIP6) ocupou o posto de maior pagadora de dividendos e JCP, com um Dividend Yield Total (DYT) de 14,14%. Esse indicador mede o retorno médio que os proventos trouxeram no período em relação ao preço do papel. Os investidores da companhia química recebem somente em dividendos um valor total de R$ 7,24 por ação no período.

O levantamento foi feito pela Economatica Brasil, com empresas cujos papéis tenham liquidez superior a cinco milhões, participantes ou não do Ibovespa. Em segundo lugar, entre as maiores distribuidoras de proventos entre janeiro e o fim de agosto, está a companhia de energia Taesa (TAEE11), com um DYT de 8,96% – no total, foram pagos R$ 0,93 por ação em dividendos e R$ 0,06 por ação em JCP, totalizando uma bonificação de R$ 1 em proventos por papel.

Em terceiro e quarto lugares ficaram os papéis preferenciais classe B (PNB) e ordinários (ON) da Copel. A CPLE6, por exemplo, teve o indicador em 8,78%, com pagamento de R$ 0,61 por ação em dividendos e R$ 0,05 em JCP. O papel ON, CPLE3, teve DYT de 8,55%, com distribuição de R$ 0,55 em dividendos e R$ 0,04 em JCP.

O quinto lugar entre as maiores pagadoras ficou com a JBS (JBSS3), com DYT de 8,52%, com distribuição de R$ 2,02 por ação somente em dividendos. No ranking também aparecem os papéis da Petrobras, Bradespar, Minerva e a Grendene, companhia do setor calçadista. Veja a lista completa:

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos