MGLU3 R$ 3,73 +0,54% DÓLAR R$ 4,93 +0,00% BBDC4 R$ 19,41 -0,72% EURO R$ 5,21 -0,19% ABEV3 R$ 14,14 -0,77% PETR4 R$ 34,17 +1,93% ITUB4 R$ 24,82 -0,64% IBOVESPA 107.005,22 pts +0,71% GGBR4 R$ 27,05 +2,81% VALE3 R$ 79,85 +2,73%
MGLU3 R$ 3,73 +0,54% DÓLAR R$ 4,93 +0,00% BBDC4 R$ 19,41 -0,72% EURO R$ 5,21 -0,19% ABEV3 R$ 14,14 -0,77% PETR4 R$ 34,17 +1,93% ITUB4 R$ 24,82 -0,64% IBOVESPA 107.005,22 pts +0,71% GGBR4 R$ 27,05 +2,81% VALE3 R$ 79,85 +2,73%
Delay: 15 min
Mercado

Eletrobras (ELET3): Safra vê avanços na privatização e projeta valorização de 70%

Banco tem recomendação outperform para o ativo com preço-alvo de R$ 53,80

Eletrobras (ELET3): Safra vê avanços na privatização e projeta valorização de 70%
Logo da Eletrobras (Foto: Brendan McDermid/Reuters)
  • Safra reitera recomendação outperform para Eletrobras (ELET3) com preço-alvo de R$ 53,80 após reunião com a administração da estatal
  • Considerando a cotação atual do ativo, R$ 32,08, o banco acredita que o papel pode se valorizar 67,71%
  • Visão é sustentada pela boa perspectiva em relação ao andamento da privatização da companhia

Após reunião exclusiva com os administradores da Eletrobras (ELET3), o Banco Safra ressaltou que enxerga a ação da companhia com bons olhos e reiterou sua recomendação ‘outperform’ (desempenho esperado acima da média do mercado) com preço alvo de R$ 53,80. Considerando a cotação atual da ELET3, de R$ 31,60 até às 11h desta quinta-feira (14), o banco acredita que o papel pode se valorizar 70,25%.

Para Daniel Travitzky, analista do Safra, o grande potencial de alta é sustentado pela boa perspectiva em relação ao andamento da privatização da companhia. Com o projeto no Senado desde dezembro do ano passado, a instituição financeira acredita que a retomada do processo deve acontecer logo depois que o governo resolver as questões envolvendo a crise causada pela pandemia da covid-19.

“O processo de privatização pode trazer diversos potenciais de alta para a tese de investimento: (i) plano de desinvestimento; (ii) programas de redução de custos; (iii) melhora na alocação de capital; (iv) melhora na administração de passivos; e (v) melhora dos contratos de geração e transmissão (G&T)”, afirma Travitzky.

Além disso, o banco afirma que vê a Eletrobras empenhada em realizar ajustes na proposta enviada à casa legislativa do País.

Segundo Travitzky, Wilson Ferreira Junior, CEO da Eletrobras, e Elvira Presta, CFO e IRO da companhia, disseram que alguns aspectos do texto não agradaram os senadores, mas que houve avanço nas discussões para alterações.

“Vemos várias iniciativas sendo preparadas para a privatização da Eletrobras, com a administração bastante focada no projeto”, escreveu Travitzky em seu relatório.

No ano, as ações da Eletrobras (ELET3) têm desvalorização de 11,42% – performance em linha com o Ibovespa, que cai 14% até o momento, aos 99.457,45 pontos.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos