EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% PETR4 R$ 23,34 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% PETR4 R$ 23,34 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min
Mercado

Walmart se une ao Shopify para enfrentar a Amazon no e-commerce

Clientes da startup de vendas passarão a usar o marketplace do gigante do varejo

Loja do Walmart em Chicago
Loja do Walmart em Chicago: enquanto negócio físico da rede varejista encolhe, operação digital cresce e rivaliza com a Amazon durante a pandemia. (Kamil Krzaczynski/ Reuters)
  • Marketplace do Walmart oferece mais de 75 milhões de produtos e vem ganhando mercado dominado pela Amazon
  • Fundado em 2006, Shopify oferece loja virtual completa a pequenos comerciantes por US$ 29/ mês
  • Vendas online nos Estados Unidos aumentaram 74% no primeiro trimestre de 2020

(Matthew Boyle, The Washington Post/ Bloomberg) – O Walmart firmou parceria com a gigante do comércio eletrônico Shopify Inc. para expandir seu marketplace e surfar a nova onda do aumento de compras on-line.

O maior varejista do mundo pretende adicionar 1.200 vendedores do Shopify este ano, disse Jeff Clementz, executivo do Walmart. O marketplace da empresa, que já oferece mais de 75 milhões de produtos, cresceu em um ritmo mais rápido do que o negócio principal de internet do Walmart no primeiro trimestre, e as vendas de terceiros são tipicamente mais lucrativas, pois os vendedores pagam uma taxa para listar itens e geralmente assumem os custos de entrega.

A colaboração é a mais recente tentativa do Walmart de expandir a escala e a lucratividade de seus negócios de comércio eletrônico nos EUA, no valor de US$ 21,5 bilhões, que estão ganhando espaço do líder de mercado Amazon.com, mas continuam perdendo dinheiro. Nos últimos anos, o Walmart lançou um serviço de atendimento para vendedores terceiros, permitiu que os clientes devolvessem itens de mercado em suas lojas físicas e lançou milhões de itens de terceiros que não atendiam aos padrões de qualidade.

“Existem muitos vendedores do Shopify que já estavam no Walmart.com, mas não penetramos em sua base na medida do possível”, disse Clementz, vice-presidente do Walmart Marketplace. “Há uma tremenda oportunidade.”

Para o Shopify, o acordo fornece à sua rede de milhões de comerciantes o acesso aos clientes do Walmart e segue a linha de uma parceria iniciada em maio, com Facebook, que permitiu que os varejistas importassem catálogos de produtos do Shopify para o novo serviço do gigante das mídias sociais.

“Poucas empresas no mundo combinam com o tamanho e a escala do Walmart”, disse Satish Kanwar, vice-presidente de produtos da Shopify. O acordo abre as portas para pequenas e médias empresas “acessarem os 120 milhões de clientes que visitam o Walmart.com todos os meses”.

Shopify oferece loja virtual e ferramentas para pequenos vendedores

Fundada em 2006, a Shopify se tornou a plataforma de escolha para empresas de pequeno e grande porte que desejam vender online de maneira barata e rápida. As taxas mensais começam em US$ 29, o que compra uma loja virtual e tudo o que é necessário para seu funcionamento, incluindo ferramentas para gerenciar pagamentos, estoque e remessa.

A empresa com sede em Ottawa reivindicou a segunda maior fatia das vendas no varejo online nos EUA no ano passado, e seu crescimento meteórico transformou em bilionário o fundador e CEO Tobi Lutke, um empresário alemão.

Walmart lançou marketplace em 2009 e começou apostar nele em 2014

O Walmart lançou seu marketplace em agosto de 2009, mas o progresso foi glacial no início, já que o varejista estava mais concentrado em seus enormes negócios de tijolo e cimento e demorava a reconhecer a crescente influência da Amazon. Isso começou a mudar quando Doug McMillon se tornou CEO em 2014 e se acelerou quando ele colocou Marc Lore no comando da divisão de comércio eletrônico dos EUA depois de adquirir sua startup online, Jet.com, em 2016.

Lore adicionou rapidamente milhões de novos itens de pequenos fornecedores, felizes em ter uma alternativa ao site dominante da Amazon. Mais tarde, ele atingiu um pilar da Amazon, oferecendo serviços de remessa a terceiros por meio da enorme rede de logística do Walmart.

“Precisamos jogar no ataque”, disse Lore em uma conferência com investidores em fevereiro.

McMillon quer tirar ainda mais proveito dos negócios, principalmente depois de fechar a Jet no mês passado. “Não achamos que fizemos tudo o que devemos fazer, e podemos fazer, para apoiar os vendedores marketplace em termos de ferramentas e serviços que temos disponíveis”, disse ele na conferência, apenas algumas semanas antes de o confinamento causado pelo coronavírus aumentar o tráfego para o site do Walmart.

Vendas online aumentaram 74% nos Estados Unidos

As vendas online dos EUA no primeiro trimestre aumentaram 74%, mais do que o dobro da taxa de crescimento que o Walmart havia previsto anteriormente para o ano inteiro. Desde então, o Walmart retirou sua projeção financeira devido à pandemia.

Para trazer mais direção ao negócio do marketplace, o Walmart nomeou Jeff Shotts para administrá-lo no meio do ano passado, como parte de uma reestruturação mais ampla que buscava integrar melhor os negócios online com suas lojas físicas, que costumam atuar como hubs de distribuição de comércio eletrônico.

Clementz disse que as duas empresas estão conversando há anos, mas as discussões esquentaram nos últimos seis meses. Um teste piloto recente com vários vendedores do Shopify correu bem e ele prevê ter milhares de vendedores no marketplace do Walmart.

Existem riscos em abrir as portas para mais e mais vendedores. O marketplace do Walmart, juntamente com o da Amazon, enfrentou críticas ao longo dos anos por carregar itens ofensivos, como bandeiras dos confederados (símbolo do preconceito racial nos Estados Unidos). Nos últimos anos, o Walmart retirou cerca de 20 milhões de itens do site que não atendiam aos seus padrões de qualidade. Embora o marketplace da Amazon esteja aberto a praticamente qualquer pessoa que passe por um processo de registro online, o Walmart é apenas para convidados, para que possa avaliar os vendedores. Também usa tecnologia de machine learning e reconhecimento de palavras-chave para identificar vendedores suspeitos.

Invista com o apoio de assessores especializados. Cadastre-se na Ágora Investimentos
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% PETR4 R$ 23,34 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% PETR4 R$ 23,34 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos