Publicidade

Tempo Real

Ibovespa hoje: índice fecha em queda à espera de ata do Federal Reserve

Papéis da Suzano (SUZB3) ficaram entre as principais baixas, após rumores envolvendo a International Paper

Ibovespa hoje: índice fecha em queda à espera de ata do Federal Reserve
Fachada da B3, a Bolsa de Valores brasileira. Foto: Werther Santana/Estadão

Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira (21), enquanto investidores aguardam a agenda cheia de quarta-feira (22), que será marcada pela divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed) e pela apresentação dos resultados da gigante de tecnologia Nvidia. A principal referência da B3 terminou o dia em baixa de 0,27%, aos 127.411,55 pontos, oscilando entre máxima a 128.271,87 pontos e mínima a 127.205,34 pontos.

Nos Estados Unidos, as Bolsas de Nova York fecharam em alta. Enquanto Nasdaq e S&P 500 tiveram ganhos de 0,22% e 0,25%, respectivamente, Dow Jones subiu 0,17%. Investidores monitoraram declarações de Christopher Waller, diretor do Fed.

Ele afirmou que não espera que os juros voltem a subir nos Estados Unidos durante este ciclo. “A fala de Waller seguiu a linha de outros pares, sem pressa para o corte dos juros e no aguardo da confirmação dos dados que evidenciem a convergência da inflação para a meta”, destaca Alexsandro Nishimura, economista e sócio da Nomos.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O bom humor das Bolsas americanas não foi suficiente para ajudar o Ibovespa, que foi penalizado pelo desempenho dos papéis da Vale (VALE3), que passaram a cair no começo da tarde, após abrirem o pregão no campo positivo.

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) também sofreram na sessão. Vale destacar que o Comitê de Pessoas do Conselho de Administração da petroleira (Cope) se reúne nesta terça-feira para avaliar a indicação de Magda Chambriard ao comando da estatal.

Entre os principais destaques negativos do Ibovespa estiveram as ações da Suzano (SUZB3), em meio a rumores de que a companhia está em conversas com seus assessores para aumentar sua oferta de aquisição de US$ 15 bilhões pela International Paper (IP.N). A proposta anterior já foi vista pelo mercado financeiro como um risco em termos de alavancagem para a Suzano, fazendo a empresa perder R$ 13,12 bilhões em valor de mercado desde o fechamento de 6 de maio, um dia antes do negócio entrar no radar dos investidores, segundo informações do Broadcast.

Na ponta contrária, os papéis da Yduqs (YDUQ3) dispararam e registraram a maior alta do Ibovespa nesta terça. O impulso ocorreu porque a companhia divulgou suas projeções para os próximos cinco anos, esperando fluxo de caixa operacional acumulado entre R$ 8 bilhões e R$ 10 bilhões entre os anos de 2025 e 2029.

Como é calculado o Índice Ibovespa?

O sistema de pontos Ibovespa busca representar o comportamento dos preços do conjunto de ações nos pregões administrados pela B3. Cada ponto equivale a 1 real. Assim, uma carteira com uma composição idêntica ao do índice custa aproximadamente R$ 120 mil, que é a quantidade de pontos do Ibovespa.

Apesar de a pontuação ser importante para compreender a valorização da Bolsa, a variação de pontos durante um período é uma referência mais relevante para entender e comparar o desempenho das ações e de fundos de renda variável. Dessa maneira, qualquer investimento do tipo deve ter uma rentabilidade maior do que essa taxa para ser considerado bom.

A flutuação do índice reflete a expectativa dos investidores em relação aos ativos e aos cenários interno e externo. Quando a pontuação do Ibovespa sobe, isso significa que, na média, as ações que a compõem se valorizaram. O movimento de queda indica que boa parte dos papéis fechou o dia no vermelho.

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>