Tempo Real

Light (LIGT3) conclui assinatura de novo plano de recuperação judicial; confira

Novo plano prevê aporte de recursos na Light, com aumento de capital e compromisso formal do acionista âncora indicado

Light (LIGT3) conclui assinatura de novo plano de recuperação judicial; confira
(Foto: Light/Divulgação)

A Light (LIGT3) informou que concluiu, na segunda-feira (22), a assinatura do acordo de apoio à reestruturação, plano de recuperação judicial e outras avenças, entre a Light Sesa e a Light Energia com parte dos credores e debenturistas da 9ª, 15ª, 16ª, 17ª, 21ª, 22ª, 23ª, e 24ª emissões.

O novo plano de recuperação judicial, protocolado pela empresa no dia 11 de abril, na 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, foi antecipado pelo Broadcast Energia.

As modificações efetuadas, segundo a Light, tiveram como objetivo adequar termos e condições para maior alinhamento com os interesses dos credores e demais stakeholders, com vistas ao soerguimento da Light e superação da atual situação econômico-financeira, a continuidade da prestação dos serviços no âmbito das concessões de titularidade do Grupo Light, e a promoção de sua função social, informou a companhia por meio de fato relevante.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O novo PRJ prevê, dentre outras medidas, o aporte de recursos na Light, mediante aumento de capital, com o compromisso formal do acionista âncora indicado; a capitalização de determinados créditos, mediante a formalização de instrumentos de dívida conversíveis e não conversíveis; bem como o pagamento integral de credores em 12 de maio de 2023, a até R$ 30 mil.

“O acordo é resultado das extensas negociações entre as companhias e os credores apoiadores iniciais, os quais representam parte relevante do endividamento financeiro sujeito à recuperação judicial”, destaca a Light.

No acordo, ainda segundo a companhia, as partes concordaram e se comprometeram a dar suporte à reestruturação proposta e às medidas e ações previstas no novo PRJ. “O Acordo representa a ampliação do apoio e consenso dos credores com relação à proposta de reestruturação contemplada no Novo PRJ, e a conclusão de mais uma etapa significativa para o equacionamento do endividamento financeiro das companhias”, encerra a Light, no fato relevante.