Publicidade

Criptomoedas

Por que ‘NFT’ foi eleita a palavra de 2021 pelo dicionário Collins

A palavra recebeu a honraria devido ao crescimento "meteórico" de 11.000% em seu uso, segundo o dicionário

Por que ‘NFT’ foi eleita a palavra de 2021 pelo dicionário Collins
NFT foi escolhida entre as mais de 4,5 bilhões de palavras presentes no Collins Corpus, um banco de dados analítico do idioma Inglês (FOTO: Envato Elements - twenty20photos)
  • A escolha confirma o sucesso do ativo digital, de tecnologia blockchain, a mesma das criptomoedas, tem se popularizado para além do ambiente financeiro, sobretudo nas artes
  • Na prática, o NFT consiste em um código eletrônico que funciona como um “selo” que torna um arquivo, como uma foto ou vídeo, único no meio digital
  • A sigla foi escolhida entre as mais de 4,5 bilhões de palavras presentes no Collins Corpus, um banco de dados analítico do idioma Inglês

NFT foi eleita a palavra de 2021 pelo dicionário Collins. A escolha da sigla em inglês para non-fungible token (ou token não fungível, em português), confirma o sucesso do ativo digital, de tecnologia blockchain, a mesma das criptomoedas, tem se popularizado para além do ambiente financeiro, sobretudo nas artes.

Na prática, o NFT consiste em um código eletrônico que funciona como um “selo” que torna um arquivo, como uma foto ou vídeo, único no meio digital. Por conta disso, essa tecnologia tem sido amplamente utilizada por artistas, que vendem suas obras exclusivas no meio digital.

De acordo com o The Guardian, o Collins informou que a palavra recebeu a honraria devido ao crescimento “meteórico” de 11.000% em seu uso, durante o último ano. A sigla foi escolhida entre as mais de 4,5 bilhões de palavras presentes no Collins Corpus, um banco de dados analítico do idioma Inglês.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O sucesso da tecnologia é tamanho que, recentemente, o diretor de cinema Quentin Tarantino informou que pretende leiloar materiais inéditos do filme ‘Pulp Fiction’, em NFT. Contudo, o estúdio Miramax, que financiou o filme, moveu um processo para evitar a venda por parte do diretor, que recebeu o Oscar de melhor roteiro original pelo filme.

Segundo o jornal britânico, o NFT mais valioso até o momento é uma colagem do designer gráfico Mike Winkelmann, mais conhecido como Beeple, que foi vendida por mais de US$ 69 milhões, em março deste ano.

Mas os exemplos de iniciativas que recorreram ao NFT para a venda de obras, seja para lucro ou filantropia, vão além, e envolvem nomes de celebridades como Ashton Kutcher e Paris Hilton.

No Brasil, quem prometeu leiloar imagens em NFT foi Marcelo Alemi, criador do perfil Monkey Stocks, no Instagram. O publicitário decidiu leiloar uma coleção de 12 NFTs com a sua famosa máscara de macaco. As peças variam de R$ 1,3 mil a R$ 25,2 mil, considerando a cotação do Ether por volta das 15h desta quinta-feira (25). Todo o dinheiro arrecadado na venda das artes digitais, segundo Alemi, deverá ser doado para instituições de caridade.

Além de NFT, a palavra crypto, abreviação para informal de criptomoeda, foi a quarta palavra mais importante do ano, segundo o Collins, que a define como “um meio digital descentralizado de troca, que é criado, regulado e trocado usando criptografia e (geralmente) software de código aberto, normalmente usado para compras on-line”.

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos