EURO R$ 6,25 -0,09% DÓLAR R$ 5,34 +0,00% ITUB4 R$ 28,31 -1,01% ABEV3 R$ 15,84 -0,19% MGLU3 R$ 15,63 -1,64% BBDC4 R$ 20,26 -2,08% GGBR4 R$ 26,62 -0,96% IBOVESPA 113.282,67 pts -0,69% PETR4 R$ 26,90 +0,04% VALE3 R$ 77,69 -1,17%
EURO R$ 6,25 -0,09% DÓLAR R$ 5,34 +0,00% ITUB4 R$ 28,31 -1,01% ABEV3 R$ 15,84 -0,19% MGLU3 R$ 15,63 -1,64% BBDC4 R$ 20,26 -2,08% GGBR4 R$ 26,62 -0,96% IBOVESPA 113.282,67 pts -0,69% PETR4 R$ 26,90 +0,04% VALE3 R$ 77,69 -1,17%
Delay: 15 min
Mercado

Mercado de games dispara: Saiba como aproveitar boa fase nos seus investimentos

Setor cresce 10% ao ano, fatura US$ 148 bi e conta com mais de 2,4 bilhões de jogadores ao redor do mundo

Arena lotada durante um campeonato de videogame em Detroit, EUA
Arena lotada durante um campeonato de videogame em Detroit, EUA. Foto: Tim Fuller/USA Today
  • Mercado de games cresce constantemente e deve continuar com o movimento por mais tempo
  • Desenvolvedoras de jogos são as melhores oportunidades para investidores dentro do setor de jogos
  • Aplicação nestas empresa é recomendada que seja feita diretamente nos EUA, pois há poucos BDRs e papéis têm baixa liquidez

O mercado gamer é um dos maiores do mundo e conquista mais espaço na vida das pessoas ano após ano. Segundo dados da Newzoo, o setor cresce em média 10% ao ano, tem uma receita de US$ 148 bilhões em 2019 e mais de 2,4 bilhões de jogadores globais. Apesar do forte desempenho até aqui, especialistas acreditam que o segmento ainda está longe do seu potencial máximo.

O consenso é que os jogos ainda não receberam o devido prestígio dentro da indústria do entretenimento. “O foco no setor é bem maior no mercado da música e do cinema, mas o universo gamer já é bem maior”, diz Breno Bonani, analista da Avenue.

Guilherme Giserman, estrategista internacional da XP Investimentos, concorda com essa visão e reforça que o que o crescimento do eSports deve impulsionar a atratividade do segmento. “Já existem campeonatos com premiações milionárias e é cada vez mais comum ligar a televisão e assistir um campeonato de videogame ou acessar sites de live stream”, afirma o estrategista da XP.

Para efeito de comparação, o mercado de games já fatura 2 vezes a indústria cinematográfica (US$ 43 bilhões) a de música (US$ 19 bi) juntas e estima-se que mais de 500 milhões de pessoas assistirão transmissões de jogos eletrônicos em 2021. “Conforme a atenção aumente, mais o segmento deve se beneficiar”, salienta Bonani.

Além disso, o universo gamer conta com cada vez mais investimentos bilionários de gigantes da tecnologia que começam a apostar no mercado. Recentemente, a Amazon lançou o Luna, o Google a Stadia e a Apple o Apple Arcade, todos serviços de games por streaming. “Está acontecendo uma mudança estrutural e todos estão jogando, pois é uma forma de entretenimento acessível, com muitas opções e bom custo benefício”, diz Giserman.

Em qual empresa investir no mercado de games?

Com 63 ações de empresa ligadas direta ou indiretamente ao mercado, é possível realizar aplicações em desenvolvedoras de consoles (Microsoft e Sony), desenvolvedoras de jogos (EA e Activision Blizzard) ou em processadores gráficos para videogames (NVIDIA e AMD). “São vários segmentos dentro do setor. Um puxa o outro e todos devem se sair bem com o tempo”, afirma Giserman.

Os especialistas, no entanto, enxergam nas desenvolvedoras de jogos as melhores oportunidades de ganhos. “O mercado mobile é muito forte e temos perspectivas muito boas para desenvolvedoras de jogos. Essas empresas se aproveitam desse ‘boom’ e do lançamento do PS5 e do Xbox SeriesX/S” diz o estrategista da XP.

Como prova, o analista da Avenue cita que os jogos para celular representam mais de 50% do faturamento total da indústria. “Por isso vemos muitos jogos de console/pc, como o COD, Madden e Fortnite, sendo lançados para mobile também”, comenta Bonani.

Ainda, estas companhias apostam no modelo free to play, onde os jogos são de graça, mas há microtransações monetizadas dentro do game. “Isso garante uma receita boa, previsível e mais rentável do que apenas cobrar pelo jogo”, diz Bonani.

Como investir nestas empresas?

O investidor que deseja atrelar os investimentos com as desenvolvedoras de jogos para aproveitar a boa performance pode se expor ao mercado de duas formas: por meio das BDRs, que terão seu acesso facilitado a partir de outubro, ou aplicando diretamente via corretoras nos EUA. No país norte-americano, há 16 papéis do segmento. No Brasil existem apenas três. (Confira o ranking no final da reportagem)

Para Bonani, apesar da aplicação via B3 estar disponível para os investidores em pouco tempo, a melhor forma para se expor ao mercado é aplicar diretamente nas ações nas bolsas americanas. “Além de conter apenas três companhias do setor de games, o volume médio negociado é extremamente baixo, chegando a ter dias sem negociação”, explica o analista da Avenue.

Ademais, o mercado americano permite ao investidor compre ações de companhias asiáticas, como Sea e a BiliBili, que possuem excelentes desempenhos e é mais uma forma de diversificar o portfólio. “O mercado de games é em escala global, tende a continuar crescendo muito e conta com muitas boas opções”, conclui Giserman.

Desempenho das ações das empresas desenvolvedoras de jogos

EmpresaDesempenho no anoBDRDesempenho do BDR
Sea (SE)267,68%
Gravity (GRVY)255,61%
BiliBili (BILI)124,76%
Zynga (ZNGA)42,16%
Activision Blizzard (ATVI)35,74%Activision Blizzard (ATVI34)91,43%
Take-Two (TTWO)32,57%Take-Two (T1TW34)40,68%
Sciplay (SCPL)24,33%
Gigamedia (GIGM)23,65%
Glu Mobile (GLUU)21,65%
Electronic Arts (EA)19,45%Electronic Arts (EAIN34)66,59%
Realnetworks (RNWK)-0,83%
Avid Technology (AVID)-9,09%
The9 (NCTY)-18,21%
Super League Gaming (SLGG)-21,19%
Liquid Media Group (YVR)-30,46%
Blue Hat (BHAT)-50,25%

Fonte: Avenue *Até o fechamento do mercado do dia 23 de setembro

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos