EURO R$ 6,44 +0,47% MGLU3 R$ 18,82 -1,72% DÓLAR R$ 5,28 +0,05% BBDC4 R$ 24,93 +0,16% ABEV3 R$ 17,40 +1,28% ITUB4 R$ 28,95 -0,17% PETR4 R$ 26,66 +1,45% IBOVESPA 122.937,87 pts +0,87% GGBR4 R$ 35,56 +3,95% VALE3 R$ 113,70 +2,84%
EURO R$ 6,44 +0,47% MGLU3 R$ 18,82 -1,72% DÓLAR R$ 5,28 +0,05% BBDC4 R$ 24,93 +0,16% ABEV3 R$ 17,40 +1,28% ITUB4 R$ 28,95 -0,17% PETR4 R$ 26,66 +1,45% IBOVESPA 122.937,87 pts +0,87% GGBR4 R$ 35,56 +3,95% VALE3 R$ 113,70 +2,84%
Delay: 15 min
Mercado

Avenue Securities fecha a compra da corretora de câmbio Bexs

Aquisição acontece uma semana após o negócio com a Coin

Roberto Lee, CEO do Grupo Avenue, e Luiz Henrique Didier Junior, diretor executivo da Corretora Bexs e do Bexs Banco
Roberto Lee, CEO do Grupo Avenue, e Luiz Henrique Didier Junior, diretor executivo da Corretora Bexs e do Bexs Banco. Foto: Divulgação/Avenue
  • Uma semana após fechar a aquisição da distribuidora de valores mobiliários Coin, a Avenue Securities comprou a corretora de câmbio Bexs
  • A compra da Coin e da Bexs possibilitarão à Avenue fazer uma forte expansão no varejo brasileiro, oferecendo a diversificação global

(Por Márcio Kroehn e Jenne Andrade) -Uma semana após fechar a aquisição da distribuidora de valores mobiliários Coin, a Avenue Securities comprou a corretora de câmbio Bexs – o Banco Bexs, ao qual a casa fazia parte, segue com as operações de forma independente. Com essas duas empresas no portfólio, a corretora brasileira sediada em Miami e criada por Roberto Lee em 2019, passa a ter uma forte presença no mercado local.

“O público brasileiro atingiu um nível de maturidade que demanda mais e mais diversificação”, explica Roberto Lee, CEO do Grupo Avenue. “Nós queremos democratizar o acesso dos investidores brasileiros aos mercados estrangeiros e oferecer operações que antes estavam disponíveis apenas para os ultra ricos”, declara. Atualmente, a Avenue detém 120 mil clientes e US$ 400 milhões sob custódia.

A aquisição foi feita por meio da compra de 100% das ações da Bexs. Em troca, os sócios da Holding Didier Levy, que engloba a Bexs Corretora de Câmbio, terão participação acionária no negócio, isto é, farão parte do quadro de sócios da companhia, por meio do braço de investimentos NockPar. Os empresários terão também a possibilidade de integrar o Conselho de Administração.

Para Luiz Henrique Didier Junior, diretor executivo da corretora Bexs e do Bexs Banco, a transação foi um caminho natural para as duas corretoras. “Assim como a Avenue, somos entusiastas da democratização e inclusão”, diz Didier. “E, do lado da corretora Bexs, é um movimento estratégico ser sócio do grupo que tem como meta a ampliação do acesso dos brasileiros ao mundo, que é uma tendência”, afirma.

Essa também é a visão de Lee, já que a Avenue e a corretora Bexs sempre trabalharam juntos, desde o início das operações em 2019. Segundo o CEO, sempre foi a casa especializada em câmbio que fez todas as operações da Avenue que envolviam envio de dinheiro dos clientes do exterior para o Brasil e vice-versa.


Uma vez finalizado o processo de aquisição, uma equipe da Avenue assume o controle total das operações de câmbio feitas pela Bexs, sob liderança do executivo Hsu Shao Chun, sócio da companhia adquirente. Os clientes da corretora de câmbio, por sua vez, serão incorporados pelo Banco Bexs.

“Hoje a corretora Bexs tem uma quantidade de clientes pequena, que faz mais operações envolvendo câmbio turismo”, ressalta Lee. “Esses clientes serão incorporados pelo Banco Bexs, e a corretora passará a funcionar 100% para os clientes da Avenue. Também descontinuaremos o câmbio turismo”, conclui. Atualmente, tanto a aquisição da Coin, quanto da Bexs, estão em aprovação pelo Banco Central.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos